Skip to content

Novas regras do Minha Casa Minha Vida estimulam compra do primeiro imóvel

Linha London, da Construtora Pride, em Londrina, se encaixa no programa do governo federal e também ao Casafácil Paraná, da Cohapar. Juntos, os dois garantem descontos de até R$75 mil

O LONDRINENSE com assessoria

Comprar o imóvel próprio e deixar de morar de aluguel é um sonho para 87% dos brasileiros, de acordo com uma pesquisa feita pelo Censo de Moradia Quinto Andar e pelo Instituto Datafolha. Outro dado relevante do levantamento é que, numa escala de 0 a 10, a importância de ter a casa própria recebeu a nota 9,7 e aparece ao lado do valor dado a ter uma profissão. Para grande parte da população brasileira, a aquisição de uma casa vale mais que a estabilidade financeira, a religião ou ter filhos.

A boa notícia é que mudar para um imóvel próprio pode se tornar uma realidade a curto prazo, graças a programas de incentivo promovidos pelo governo. Em 2023, o programa Minha Casa Minha Vida foi retomado, substituindo o programa Casa Verde e Amarela. E, inclusive, acaba por passar por mudanças que facilitam o pagamento de financiamentos imobiliários. As novas regras atendem a três faixas de renda:

Faixa 1: renda de até R$ 2.640 mensais;

Faixa 2: renda de R$ 2.640,01 a R$ R$ 4.400 mensais;

Faixa 3: renda de R$ 4.400,01 a R$ 8.000 mensais.

O teto do subsídio no valor de entrada do imóvel para as famílias nas faixas 1 e 2 passou de R$ 47,5 mil para até R$ 55 mil. De acordo com o Ministério das Cidades, esse limite não era revisto desde 2017.

A taxa de juros cobrada para famílias com renda mensal de até R$ 2 mil passou de 4,25% para 4% ao ano, para as regiões Norte e Nordeste, ao passo que para as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste, a taxa foi de 4,5% para 4,25% ao ano.

Além disso, o valor máximo do imóvel que pode ser comprado na faixa 3, para famílias com renda entre R$ 4,4 mil e R$ 8 mil, passou de R$ 264 mil para até R$ 350 mil. Esse valor aplica-se para todo o país. O teto dos imóveis para as faixas 1 e 2 do Minha Casa Minha Vida, por sua vez, ficou entre R$ 190 mil e R$ 264 mil – de acordo com a localização do imóvel.

Impulso extra para o primeiro imóvel

Além do programa do governo federal, os paranaenses têm mais uma iniciativa que estimula a aquisição da casa própria. Trata-se do Valor de Entrada, do Casafácil Paraná, lançado pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar).

A adesão ao programa está atrelada à receita do comprador. A renda máxima para ter direito ao benefício passará de três para quatro salários mínimos nacionais. Além disso, o recurso que antes era de R$ 15 mil será de R$ 20 mil por casa, para abatimento no valor total do financiamento residencial.

A Linha London, da Construtora Pride, se encaixa nos dois programas

A população de Londrina poderá aproveitar essa oportunidade para adquirir apartamentos contemplados pelos dois programas e que levam a assinatura da Construtora Pride. Juntos, eles podem gerar descontos que chegam a R$ 75 mil.

Para se ter uma ideia, este desconto pode chegar a cerca de 35% do valor de venda de uma unidade do London Blue, por exemplo. O condomínio faz parte da Linha London, composta por empreendimentos com projetos arquitetônicos modernos, áreas de lazer completas e infraestrutura de qualidade, construídos em uma região em franco desenvolvimento.

“Todos eles estão localizados na região que mais cresce no norte de Londrina. A acessibilidade a diversos comércios da região é mais uma vantagem dos imóveis da Linha London. Afinal, o conceito de morar bem une as características de um imóvel e a comodidade e praticidade de encontrar tudo o que se precisa perto de casa”, aponta o diretor comercial da Construtora Pride, Thiago Kuntze.

A zona norte foi escolhida estrategicamente pela empresa para abrigar a Linha London por conta do potencial da região. Além disso, conforme Kuntze, esse movimento viabiliza a urbanização do entorno dos empreendimentos. “A construção de bairros residenciais estimula a vinda de grandes redes de supermercados, farmácias, academias, postos de combustível e ainda cria a demanda para a instalação de novas creches, escolas e postos de saúde, fazendo com que toda a região se desenvolva”, afirma.

Primeiro imóvel com dois quartos

A Linha London possui quatro empreendimentos: o London Tower, o London Blue, o London Red e o London Garden. As plantas dos apartamentos vão de 42,38 m² a 47,7 m², com opções de 2 quartos, com e sem sacada, além das unidades com garden. As torres possuem elevador e as áreas de lazer são bem atrativas, compostas por: piscina, playground, churrasqueira, academia ao ar livre e salão de festas.

Thiago Kuntze destaca que a Linha London atende às necessidades de uma grande fatia interessada em imóveis contemplados pelo Minha Casa Minha Vida e Casa Fácil da Cohapar. “São várias opções de empreendimentos, alguns com data de entrega mais próxima, para quem quer se mudar logo e outros recém-lançados para quem procura melhores condições de parcelamento. Vale dizer ainda que os subsídios são ferramentas importantes para a realização do sonho do imóvel próprio. São uma mola propulsora para a aquisição do primeiro imóvel”, finaliza.

Foto: Divulgação

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.