Skip to content

A importância da ergonomia para os empregados e empregadores

Por Angelita Salvador

Na coluna dessa semana, abordaremos um tema essencial para o bem-estar dos trabalhadores e para o cumprimento das obrigações trabalhistas pelas empresas: a ergonomia no ambiente de trabalho.

Como advogada trabalhista empresarial, é de meu interesse trazer à tona a importância dessa área, destacando como sua implementação adequada pode contribuir significativamente para a produtividade e a saúde dos colaboradores.

LEIA TAMBÉM

O que é ergonomia no trabalho?

A ergonomia no trabalho é uma ciência multidisciplinar que estuda a adaptação do trabalho ao ser humano, com o objetivo de proporcionar condições laborais mais seguras, saudáveis e eficientes. Ela envolve a análise dos fatores físicos, cognitivos e organizacionais presentes no ambiente de trabalho, buscando a prevenção de doenças ocupacionais, acidentes de trabalho e o aumento da produtividade.

Conexão entre ergonomia e direito do trabalho empresarial

A ergonomia no ambiente de trabalho está intrinsecamente ligada ao direito do trabalho empresarial, pois as condições laborais oferecidas aos colaboradores devem estar em conformidade com as normas e regulamentações vigentes. A legislação trabalhista estabelece que as empresas têm a responsabilidade de garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável, assegurando a integridade física e mental dos funcionários.

Normas e regulamentações relevantes

Dentre as normas e regulamentações que tratam da ergonomia no trabalho, destacamos a Norma Regulamentadora nº 17 (NR-17), que trata da ergonomia nas atividades produtivas. Ela estabelece parâmetros que devem ser observados pelas empresas para garantir a segurança e saúde dos trabalhadores. A NR-17 aborda questões relacionadas a mobiliário, equipamentos, condições ambientais e organização do trabalho, buscando a prevenção de lesões e doenças ocupacionais, como os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT) e as LER/DORT (Lesões por Esforços Repetitivos/ Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho).

Benefícios da ergonomia para as empresas e trabalhadores

A adoção de práticas ergonômicas traz inúmeros benefícios tanto para as empresas quanto para os trabalhadores. Ao proporcionar um ambiente de trabalho adequado, as empresas tendem a:

  • Reduzir o absenteísmo e o presenteísmo dos funcionários, aumentando a produtividade;
  • Diminuir a incidência de acidentes de trabalho, resultando em menor custo com indenizações e afastamentos;
  • Melhorar a satisfação dos colaboradores, o que impacta positivamente na retenção de talentos;
  • Aumentar a qualidade do produto ou serviço final, com funcionários mais saudáveis e motivados.
  • Já para os trabalhadores, a ergonomia proporciona:
  • Melhora nas condições de trabalho, reduzindo riscos de lesões e dores;
  • Aumento do bem-estar e da saúde física e mental;
  • Maior motivação e engajamento com o trabalho.

LEIA TAMBÉM

É fundamental conscientizar a todos sobre a importância da ergonomia no ambiente de trabalho. Além de evitar possíveis ações judiciais e autuações por parte dos órgãos fiscalizadores, a adoção de boas práticas ergonômicas é um investimento que pode trazer retornos significativos tanto para o aspecto financeiro quanto para a reputação da empresa.

É crucial ressaltar que negligenciar a ergonomia no trabalho pode levar a prejuízos financeiros consideráveis, além de prejudicar a imagem da empresa no mercado.

Portanto, a ergonomia no ambiente de trabalho não é apenas uma opção, mas sim uma necessidade que deve ser encarada como parte integrante da responsabilidade social e empresarial. O bem-estar dos colaboradores é um dos pilares para o sucesso de qualquer organização.

Espero que esta coluna tenha esclarecido a importância do tema e incentivado a reflexão sobre a implementação de medidas ergonômicas nas empresas.

Espero que tenham gostado, para mais dúvidas envie um e-mail para: contato@vileladepaula.com.br

Boa semana, até domingo que vem!

Angelita Caroliny Vilela Salvador

É formada em Ciências Sociais e Direito, advogada e especialista em Direito e Processo do Trabalho. Professora universitária, atua na área empresarial com foco nas relações de trabalhos. Atualmente coordena um projeto voltado para auxiliar pequenos e microempresários.

Foto: Freepik

Leia mais sobre Direito do Trabalho

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.