Skip to content

Sarau às Quintas: novo projeto do NDPH reúne história e música

A partir desta quinta-feira (13), os encontros promovidos pelo Núcleo de Documentação e Pesquisa Histórica da UEL vão divulgar a ampla discografia do setor e incentivar pesquisas sobre música.

Agência UEL

Desenvolvido pelo Núcleo de Documentação e Pesquisa Histórica da Universidade Estadual de Londrina (NDPH-UEL), o “Sarau às Quintas” tem início no mês de abril, com objetivo de divulgar a ampla discografia que faz parte da documentação do NDPH, além de incentivar estudantes de graduação, pós-graduação e demais interessados em pesquisas sobre música. Com encontros mensais, a reunião será no Centro de Letras e Ciências Humanas (CLCH) e deve reunir participantes das comunidades interna e externa. O primeiro deles está marcado para 13 de abril, a partir das 18h30, com transmissão pelo canal do NDPH no Youtube.

Segundo a curadora do projeto, Silvia Cristina Martins de Souza, do Departamento de História, os participantes vão poder ouvir músicas e explicações sobre elas, como um exercício de aproximação entre história e música. O trabalho da curadoria se baseia na escolha das músicas que serão apresentadas, de diferentes discos, com o intuito de criar um contexto histórico para a reprodução das músicas em uma vitrola. “Então, é possível entender sobre a música, a banda e a sociedade da época”, explica Silvia.

O movimento surgiu por meio do atual diretor do NDPH e professor do mesmo departamento, José Miguel Arias Neto, que propôs apresentar a documentação fonográfica a pesquisadores e alunos. O acervo é composto por doações e arrecadações de entidades, instituições e particulares, como, por exemplo, os vinis da Rádio UEL. Há também acervos particulares, como o da família Traumann, de Rolândia.

Programação

O primeiro encontro do “Sarau à Quintas” ocorre no dia 13 de abril, quando será explorada a discografia doada pela família de Michael Traumann. Judeu alemão emancipado, Traumann veio para Rolândia com seus pais, aos 12 anos de idade, durante a ascensão do nazismo na Alemanha. O acervo do imigrante é composto por 152 vinis produzidos entre 1949 e 1989, de diferentes gêneros musicais, tais como concertos, óperas, operetas, spirituals (gênero nascido nos EUA, por negros escravizados, com a junção de movimentos rítmicos do corpo, palmas e vozes), entre outros.

Os arquivos da família Traumann giram em torno do tema história de Londrina e do Norte do Paraná. Já a discografia do NDPH é organizada a partir da natureza da fonte, que vem sendo organizada a partir da orientação dos diferentes diretores que teve ao longo de sua existência. Sendo assim, nele encontram-se fototecas, fontes orais, hemeroteca e discografia.

Os demais encontros do “Sarau à Quintas” serão realizados nos dias 18 de maio, 8 de junho, 31 de agosto, 29 de setembro e 26 de outubro. Os encontros serão sempre às quintas-feiras, às 18h30.

Foto: Divulgação

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.