Skip to content

43mob: Serviço de carro por aplicativo pé vermelho já está disponível para passageiros

Por Ana Paula Barcellos

Eu utilizo o serviço de carro por aplicativo todos os dias, pelo menos 3 vezes. Em dias mais corridos e puxados posso fazer até 5 corridas… mãe que tem mais de um trabalho e conta só com 24 horas no dia faz assim! Até já dividi algumas experiências de viagens e com os motoristas, que acabam virando parceiros.

Na quarta-feira mesmo, cruzei seu Valdir em uma corrida pela Uber. Entrei no carro e tinha um adesivo novo na plaquinha de PIX: 43mob. “Já está funcionando, finalmente!”, ele falou com entusiasmo.

E não é pra menos. Me lembro da primeira vez que ouvi falar do projeto, pouco antes da pandemia. Uma plataforma pensada por motoristas londrinenses, gerida por eles próprios, organizados em uma cooperativa. sem a exploração de empresas estrangeiras.

Depois de vários anos de muito trabalho e empenho, a 43mob ganha as ruas da cidade. E, mesmo com um aplicativo novo que, claro, ainda vai sofrer mudanças e atualizações diversas, já funciona bem.

E falo por experiência própria: na quarta-feira mesmo, usei o aplicativo. Pedi uma corrida e era seu Valdir, justamente. Mais tarde, pedi outra corrida. Também utilizei o serviço da 43mob na quinta-feira de manhã por 3 vezes, todas com satisfação garantida. “Você é minha primeira passageira por esse aplicativo!”, ouvi de 3 dos motoristas, felizes com a movimentação.

43mob: mais de 600 motoristas credenciados

O 43mob é um aplicativo de serviço de carro pé vermelho, que tem mais de 600 motoristas cadastrados e já está funcionando.  E muito bem, por sinal
Roberto Galdino do Santos, motorista que me levou pra casa pela categoria Select por R$ 10 (carro inpecavel e com ar condicionado). Desse valor, R$ 9 ficam pra ele – Foto: Acervo pessoal

Já são mais de 600 motoristas cadastrados e credenciados para dirigir pela plataforma, que possui algumas categorias de corrida extras como “Black”, que apenas a Uber oferece em grandes capitais, e “Mercado”. Logo o aplicativo terá outras categorias diferenciadas, como “Pet” e “Pcd” – essa última contará com carros adaptados, visando oferecer um serviço o mais inclusivo possível.

Outro diferencial que me chamou atenção e conta pontos, a meu ver, é que a 43mob contará com uma linha de atendimento ao cliente por telefone, exclusiva para sugestões e reclamações, e outra para quem precisa do serviço mas, por alguma razão, não consegue ou não pode utilizar o aplicativo.

App pé vermelho é bom para os passageiros e para os motoristas

De acordo com dados apresentados por um dos diretores da cooperativa, Marco Aurélio Mazzola, com quem também fiz uma corrida, o faturamento das plataformas Uber e 99 chega a mais de R$ 4 milhões por mês na cidade. Alem disso, os motoristas chegam a entregar para essas mesmas plataformas até 40% do valor da corrida, que já costuma ser baixo.

Na 43mob, a taxa paga pelo motorista não pode ultrapassar 15% do valor da viagem, garantindo que os trabalhadores sejam bem remunerados e que a cooperativa faça um caixa. A perspectiva é de que, no final de cada ano, o valor arrecadado tenha uma parte doada para instituições e a outra dividida entre os motoristas cooperados.

Eu, assim como meus parceiros do dia a dia, também estou muito animada. Já trocamos muitas figurinhas sobre o funcionamento da plataforma (e agradeço ao seu Valdir, ao Adriano e ao Marilton, que também me ajudaram com informações para essa coluna) e me preparo para, a partir dessa semana, fazer uso exclusivamente da 43mob.

Esse é o tipo de iniciativa que deveria ter adesão de todas as categorias de trabalhadores. Como cooperativa, sim, é possível gerir um negócio coletivamente e com eficiência. No caso dos motoristas que dirigem por aplicativo, quem entende e conhece suas necessidades e as dos passageiros melhor do que eles próprios?

E a empreitada dos motoristas pé vermelhos já chama atenção de trabalhadores de outros lugares: motoristas de cidades do estado de São Paulo e do Rio de Janeiro entraram em contato com a 43mob, solicitando informações e auxílio para implementar esse modelo de cooperativa onde trabalham. Que as cooperativas locais de motoristas ganhem o Brasil!

Ana Paula Barcellos

O 43mob é um aplicativo de serviço de carro pé vermelho, que tem mais de 600 motoristas cadastrados e já está funcionando.  E muito bem, por sinal

É graduada em História pela UEL, Mestre em Estudos Literários, integra coletivos culturais da cidade e é agente cultural. Sacoleira e brecholenta, trabalha com criação de joias artesanais e pesquisa de tendências, e escreve também a coluna de Moda deste jornal. Siga os Instagram @experienciasdecabide e yopaulab

Foto principal: Arquivo pessoal Mateus de Oliveira

Leia mais Crônicas de uma cidade

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.