Skip to content

Raica, a pitbull puro dengo

” Minha doce Raica! Como dizia meu saudoso pai, o querido Benedito Gomes: ‘fofura, doçura ou bebê’, apelidos por qual ele carinhosamente a chamava. Ele também costumava dizer que os cachorros são nossos verdadeiros companheiros. De fato, eles são. Raica já está com quase 13 aninhos, que completará dia 07 de agosto. Este ano, vai ter bolo para ela. Afinal, chegar aos 13 anos não é para todos de sua raça, pitbull.

Seu Benedito e Raica

Raiquinha, como eu tenho o hábito de chamá-la, era puro chamego com meu amado pai. Ele ia para a cozinha preparar o almoço, ali ela estava. Dormia ao lado dele. Pelas manhã, era frequente vê- lo fazendo carinho e conversando com ela. Ele sentava para assistir televisão e sua atenção se dividia em ver o noticiário e dar carinho a nossa “fofura”. Doces lembranças! Desde que ele se foi, há um ano, a fofura passou a ser total responsabilidade minha e meu amor por ela cresceu ainda mais.

Cuidar desta senhorinha pitbull é um prazer imenso. Creio que nossos bichinhos são realmente membros da família e seres de muita luz. Raica tornou- se a minha filhota de quatro patinhas. E onde estou, ali ela está. Hoje ela dorme em sua caminha, em meu quarto. Passeamos diariamente, mas talvez pela idade, seus passeios são rápidos e curtos e ela é sempre dócil com os outros cachorrinhos.

Há os que pensam que a raça Pitbull é agressiva, brava, mas digo que eles são o oposto. Raica é verdadeiramente doce, amorosa, obediente e educada. Recebe muito bem meus amigos em casa, pedindo carinho e atenção a eles. Os apelidos de ” doçura e fofura” fazem jus ao que realmente minha amada Raica é! (Maria Helena Gomes)

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.