Skip to content

Conheci a Casa Tablao, que une flamenco e gastronomia para noites divertidas

Bailarino e coreográfo Michel Cássin aproveitou os 26 anos de experiência em dança flamenca para proporcionar uma experiência diferente na noite londrinense

Telma Elorza

O LONDRINENSE

Minhas origens (uma mistura de espanhóis, chilenos e um ‘tiquinho’ de italiano) me faz ser fascinada por tudo que é ligado às essas culturas. E quando soube que, em Londrina, tinha aberto uma tablao, fiquei entusiasmada. Para quem não sabe, tablao poderia ser traduzido, em português, apenas como um tablado para apresentações artísticas. Mas o conceito de tablao, na Espanha, é diferente. Lá, o tablao são os locais onde os shows de flamenco acontecem, mas também onde o público pode comer e beber e se divertir.

Com esse conceito em mente, fui conhecer a Casa Tablao – Flamenco e Gastronomia, do bailarino e coreógrafo Michel Cássin, um nome de destaque no flamenco internacional. E as expectativas foram superadas. Há dois anos, Cássin criou um espaço interessante, com uma decoração intimista, cheia de pequenos de detalhes românticos. O tablado, claro, é o ponto focal, que pode ser visto de quase todo o espaço.

O restaurante, por enquanto, funciona apenas aos sábados, sempre com um show e é preciso fazer reservas antecipadamento. Os valores variam de R$50 a R$ 70, dependendo da programação, que pode ser conferida no Instagram da casa. Mas, segundo Cássim, a partir de fevereiro de 2024, o local vai funcionar também às sextas-feiras, apenas como bar e restaurante.

Entrada charmosa da Casa Tablao

No sábado (18/11), o show foi com o próprio Michel Cássin e a casa estava simplesmente lotada. No palco, além do bailarino se apresentando em solos, estavam também o músico @ozir_padilla, um grande nome no flamenco e na música latina, o percussionista Fernando Nunes e as alunas Cíntia Andrade, Viviane Batista, Cristina Klaus. Além do show de flamenco, o músico Franco Mattos deu também uma palhinha na sitar (a cítara indiana).

O show de Michel Cássin é vibrante
Casa sempre lotada, por isso é necessário reservas

Mas vamos falar de comida, que é o foco dessa coluna.

Casa Tablao: experiência gastronômica

Na cozinha, o chef Marcelo Bertoluci comanda as panelas e entrega opções deliciosas para quem gosta de comer bem. Recém-chegado a Londrina, depois de passar quase 30 anos fora da cidade, Marcelo vem com toda sua expertise para garantir os melhores sabores.

No menu, estão os “pinchos” e “tapas’ (calma, ninguém vai bater em ninguém), os aperitivos tradicionais dos botecos espanhóis. A diferença entre uma tapa e um pincho, na verdade, é a apenas a nomenclatura. O nome pincho (pintxo) é originário do País Basco, enquanto as tapas estão espalhadas por toda a Espanha.

Na Casa Tablao são oferecidas três tipos de tapas tradicionais – fatias de pão torrado, com recheios como “jamón” (presunto espanhol com um sabor único) e creme azedo; abacate e beringela defumada. As de beringela e abacate custam, cada uma, R$9, e a da jamón, R$15, mas você pode pedir as três por R$27.

E, olha, comi as três e adorei todas. Mas a de abacate conquistou um lugar especial no meu coração. Muito bem temperado, carregado no alho, me senti em casa. Não confunda com guacamole, por favor. Embora pareça similar na aparência, o tempero é complementamente diferente, sem o azedinho do limão que deve acompanhar a guacamole, o que faz toda a diferença no resultado final. A Suzi Bonfim, que me acompanhava, preferiu a de beringela. E realmente estava muito boa. Recomendo que prove as três.

Na categoria tapas, ainda tem tortilha espanhola (R$19). Nós não provamos, mas pelo amostra das outras porções, com seus sabores bem espanhóis, deve valer à pena. A tortilha é, tradicionalmente, uma espécie de omelete, mas à base de batatas cortadas em fatias finas, e frita no azeite.

A empada de camarão estava maravilhosa

Provamos também a empada de camarão (R$25), que foi muito bem recomendada pelas meninas que atendem o restaurante (aliás, todas muito simpáticas e atenciosas). Ela vem em um ramequim e é simplesmente maravilhosa! Uma deu para nós duas comermos bem (lógico que estávamos comendo outras coisas). E prepare-se: não é aqueles recheios onde só tem o cheiro do camarão, não. Vem bastante.

A Casa Tablao oferece um mix de shows de flamenco com gastronomia espanhola, tornando a noite uma divertida experiência
Filé de tilápia empanado, para os que gostam de coisas mais simples

No menu constam ainda outros aperitivos tradicionais espanhóis como tâmaras recheadas com queijo envoltas em bacon e croquetas de jamón com espinacra (nosso espinafre). Mas, para quem não quer fugir muito do sabor brasileiro, também há porções como alcatra acebolada, mix de alcatra com batatas fritas, iscas de frango empanadas e até a simples batata frita, com preços que variam de R$25 a R$69.

Escolhemos uma porção de filé de tilápia empanada (R$43) para provar. E estava muito boa, acompanhada por um limãozinho fatiado e um molho verde delicioso. A tilápia estava suculenta por dentro e crocante por fora, perfeita.

Salmão ao molho de maracujá

Para encerrar a comilança, ainda provamos o salmão ao molho de maracujá (R$90). Gente, o que foi isso? Essa receita é bem diferente dos molhos de maracujá que estamos acostumados no Brasil (que é basicamente o suco da fruta, misturado com amido de milho, engrossado no fogo e acrescentado um pouco da polpa).

Esta leva creme de leite e nata, entre outros ingredientes, e o salmão, que depois de selado na frigideira, é cozido neste creme. O resultado é uma delícia, um pouco mais ácido que o comum, mas que harmoniza perfeitamente com o sabor leve do salmão. Acompanhado de arroz branco, fica perfeito.

No quesito pratos, há ainda a opção de picanha ao molho de mostarda com batatas bravas (as batatas bravas são um prato típico da Espanha) por R$69, e espaguete, nas versões bolonhesa, branco ou misto (R$35).

Nossa noitada gastronômica ainda teve sangria (R$15 a taça) e mojitos (R$25) para acompanhar, além de muita água. Mas quem preferir, a casa também tem uma carta de vinhos e cervejas, como a espanhola premium Estrella Galicia (com mais de um século de tradição). Aliás, a título de curiosidade: o Brasil é o primeiro país que terá uma fábrica da cerveja fora da Espanha. Ela está sendo construída em Araraquara (SP). E recomendo muito provar, se ainda não conhece.

A Casa Tablao – Flamenco e Gastronomia fica na Rua Pará, 2053. As reservas podem ser feitas pelo Whatsapp (43) 99163-5068.

Fotos: Suzi Bonfim e Telma Elorza

Leia mais matérias sobre Gastronomia

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.


Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.