Skip to content

É imprescindível contar o outro lado da História do Brasil

Por Fábio Luporini

Em primeiro lugar, eu queria agradecer à atriz Taís Araújo por me recomendar ouvir o podcast do projeto Querino. Não a conheço e, provavelmente, esse agradecimento nunca chegará até ela, mas deixo aqui registrado que, ouvindo uma entrevista dela em outro podcast, aceitei a indicação e fui ouvir o que ela sugeriu. Não sou de ficar ouvindo podcasts, mas, esse, especialmente, conquistou meu coração. E, agora, depois de terminar de ouvi-lo, posso dizer, sem sombra de dúvidas, que ele é essencial para um resgate e uma reparação históricas do nosso país. Sim, ele deveria ser incluído na grade curricular das nossas escolas.

Lançado em 6 de agosto de 2022, o projeto é um podcast produzido pela Rádio Novelo, além de uma série de publicações na revista piauí, inspirado no 1619 Project, publicado pela The New York Times Magazine, do The New York Times. Em seus episódios, recheados de entrevistas, pesquisa histórica, informações e conexão com a atualidade, o podcast faz uma justa reviravolta histórica, ao colocar no centro da História do Brasil a participação dos negros. É um verdadeiro olhar afrocentrado para os episódios mais importantes, contados desde sempre sob a ótica branco-europeia.

Em cada entrevista, em cada episódio e a cada informação nova, a gente parece ter um choque de realidade e perceber que, durante toda a nossa vida escolar, fomos ensinados apenas sobre um lado, uma visão da História do país. E percebe que é preciso urgentemente incluir esse outro lado, negligenciado pelas elites brasileiras durante séculos. A idealização e coordenação do projeto é do jornalista Tiago Rogero, com apoio do Instituto Ibirapitanga, consultoria em História de Ynaê Lopes dos Santos e consultoria narrativa de Paula Scarpin e Flora Thomson-DeVeaux, da Rádio Novelo.

O próprio nome do podcast faz referência a um personagem que sequer imaginei existir porque, simplesmente, ninguém me falou sobre ele na escola: Manuel Raimundo Querino (1851-1923), um intelectual negro, professor e abolicionista que, já naquela época, publicou um livro sobre o protagonismo dos africanos e de seus descendentes no desenvolvimento da sociedade brasileira. É imprescindível que nossas crianças cresçam sabendo desse outro lado da História, dessa outra versão não contada.

Para ouvir o podcast: https://projetoquerino.com.br/

Fábio Luporini

Sou jornalista formado pela  Universidade Norte do Paraná e sociólogo formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) . Fui repórter, editor e chefe de redação no extinto Jornal de Londrina (JL), atuei como produtor na RPC (afiliada da TV Globo), fundei o também extinto Portal Duo e trabalho como assessor de imprensa e professor de Filosofia, Sociologia, História, Redação e Geopolítica, em Londrina. Me siga no Instagram – @fabio_luporini

Foto: Manuel Raimundo Querino/reprodução da internet

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.