Skip to content

Produções nacionais para adolescentes

Por Marcelo Minka

O cinema brasileiro está passando por um momento de efervescência. Nos últimos anos, o número de produções nacionais aumentou significativamente, com uma diversidade de temas e abordagens. Ele também tem conquistado cada vez mais reconhecimento internacional, com filmes brasileiros sendo premiados em festivais importantes e sendo distribuídos em outros países, de maneira modesta ainda, mas é um começo.

Alguns fatores contribuem para esse momento positivo, um deles é o aumento do financiamento público para o setor, por meio de leis de incentivo como a Lei Rouanet e o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Outro fator é o crescimento da indústria audiovisual brasileira, com o surgimento de novas produtoras e distribuidoras. Além disso, a internet também tem desempenhado um papel importante na divulgação dos filmes nacionais, com plataformas como Netflix e Amazon Prime Video disponibilizando nossas produções para um público global.

Produções nacionais: tendências

É possível identificar algumas tendências nas produções. Uma delas é a crescente importância do gênero documental com alta qualidade, que têm conquistado premiações e reconhecimento internacional. Outra tendência é a diversidade de temas e abordagens como a violência urbana, a desigualdade social e a diversidade cultural. Vale mencionar o filme que está no Netflix “Retratos Fantasmas”, do Kleber Mendonça Filho, filme escolhido para tentar uma vaga nos filmes internacionais do Oscar.

Claro que há grandes pedras no caminho, apesar dos incentivos nas produções, ainda há escassez de dimdim em várias áreas, inclusive nas artes. Outra pedra no sapato é que grande parte desses filmes ficam com cara de produções da Rede Globo, filminhos para fim de ano, comédias com piadas prá lá de gastas e fotografia pasteurizada.

Dentro deste contexto de pedras temos dois lançamentos: Tá Escrito e As Aventuras de Poliana.

O filme Tá Escrito, dirigido por Matheus Souza, é uma comédia dramática que aborda o tema da astrologia de forma leve e descontraída. A história acompanha Alice, uma mulher que acredita que os astros erraram com ela. Ela é solteira, não tem sucesso na carreira e está sempre se sentindo infeliz. Um dia, Alice recebe um livro com instruções que prometem que qualquer previsão astrológica escrita naquelas páginas se concretizará.

Ela decide seguir as instruções do livro e, para sua surpresa, as previsões começam a se realizar. Alice começa a ter um grande sucesso na carreira, encontra o homem dos seus sonhos e se torna uma pessoa mais feliz. No entanto, ela logo percebe que as previsões do livro também têm um lado negativo. Elas podem levar a situações inesperadas e até mesmo perigosas. Para adolescentes assistirem nas férias.

As Aventuras de Poliana – O Filme – Foto: Divulgação

As Aventuras de Poliana é uma adaptação da novela homônima do SBT. Dirigido por João Camargo, o filme é uma continuação da novela e acompanha a história de Poliana após a sua formatura do ensino médio. Poliana está prestes a começar uma nova fase da sua vida, mas ela também está preocupada com o futuro da escola Ruth Goulart, que está em risco de ser fechada. O filme é leve e superficial, tentando ter momentos de reflexão através da abordagem de temas como a importância da amizade, a força da esperança e a necessidade de lutar pelos seus sonhos. Mais um para adolescentes.

Marcelo Minka

Produções nacionais aumentaram significativamente nos últimos anos. E os lançamentos da semana são dois filmes brasileiros para adolescentes

Graduado em licenciatura em Artes Visuais, especialista em Mídias Interativas e mestre em Comunicação com concentração em Comunicação Visual. Atua como docente em disciplinas de Artes Visuais, Semiótica Visual, Antropologia Visual e Estética Visual. Cinéfilo nas horas vagas. Me siga no Instagram: @marcelo_minka e @m_minka_jewelry

Leia todas as colunas de Cinema

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.

Foto: Tá Escrito – Acervo Globo Filmes

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.