Skip to content

3 Filmes pra quem já viu Barbie e Oppenheimer

Por Marcelo Minka

Barbie e Oppenheimer dominando a maioria das salas de exibição da cidade, do país e do mundo. Temos apenas alguns filmes, mas sem relevância para a instituição cinema. Para quem já assistiu Barbie e Oppenheimer talvez valha a pena conferir. Vamos e eles:

LEIA TAMBÉM

Perdida, quase tão aguardada quanto Barbie

Estreou dia 13 de julho a produção nacional do filme ‘Perdida’, adaptação do livro de Carina Rissi que vai agradar aos fãs da escritora e do cinema nacional. Carina já havia ganhado duas adaptações de suas obras pela HBO, o filme ‘Procura-se’ e a série ‘No Mundo da Luna’. Perdida é o livro de maior sucesso da autora, uma produção cinematográfica mais que aguardada de seus leitores. Apesar de ser uma história já batida, o filme tem romance, aventura e drama, com Luciana Paes e Bruno Montaleone encabeçando o elenco. Inspirado em Jane Austen (Orgulho e Preconceito – 1813), a produção nacional encanta pelo primor da produção técnica.

Loucas em Apuros

Outra produção que se ‘inspira pesado’ em outros filmes, tais como “Missão Madrinha de Casamento” e “Viagens das Garotas”, Loucas em Apuros estreou esta semana e é mais uma comédia do absurdo. Apesar de termos a sensação de já ter assistido a película, o filme consegue arrancar algumas risadas, com direito a escatologias e brigas. Dirigida pela estreante Adele Lim, o filme pode agradar quem gosta do gênero.

Megatubarão 2

Continuação do filme de 2018, ainda com Jason Statham, o filme é uma sessão da tarde bem ruim. Com longuíssimas e incessantes cenas de ação que entediam e que são intercaladas com diálogos bem, mas bem cafonas, a história demora para engatar e fazer sentido, se é que faz. No filme, mais e maior é sinônimo de melhor, há uma insegurança no roteiro em se decidir se será um suspense ou uma comédia, e acaba não sendo nada. Algumas cenas são ridículas, alguém me explica, por favor, como um homem pode mergulhar a sete mil metros de profundidade sem equipamentos? Não perca seu tempo, espere para assistir na telinha.

Marcelo Minka

Graduado em licenciatura em Artes Visuais, especialista em Mídias Interativas e mestre em Comunicação com concentração em Comunicação Visual. Atua como docente em disciplinas de Artes Visuais, Semiótica Visual, Antropologia Visual e Estética Visual. Cinéfilo nas horas vagas. Me siga no Instagram: @marcelo_minka e @m_minka_jewelry

Foto: Perdida/Divulgação

Leia todas as colunas de Cinema

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.