Skip to content

Ghostbuster: Apocalipse do Gelo é perfeito para assistir com a família

Por Marcelo Minka

Este ano não choveu torrencialmente durante a Exposição Agropecuária da cidade. Em compensação o sol chega de voadora com os dois pés, logo de manhã. E para quem quer fugir do calorão e do cheiro de cocô de vaca, a dica é a estreia do Ghostbuster: Apocalipse do Gelo

Filme dirigido por Jason Reitman (Juno – 2007), é a mais recente aventura da equipe Caça-Fantasmas. A trama se passa anos após os eventos de Ghostbusters: o Legado e leva os Caça-Fantasmas para uma nova missão em uma cidade congelada.

Em uma breve sinopse tentando evitar spoilers: a filha de Egon Spengler (Harold Ramis, falecido em 2014), Callie (Carrie Coon) e seus filhos Trevor (Finn Wolfhard) e Phoebe (Mckenna Grace) se mudam para a cidade de New York, onde descobrem que uma antiga ameaça está ressurgindo sob a forma de um ser glacial poderoso. Com a ajuda dos Caça-Fantasmas originais Ray Stantz (Dan Aykroyd), Peter Venkman (Bill Murray) e Winston Zeddemore (Ernie Hudson), a equipe precisa deter a criatura antes que ela congele todo o mundo. Os personagens são cativantes e fáceis de se identificar, especialmente Phoebe, que se torna uma heroína ainda mais confiante e inteligente.

Ghostbuster: Apocalise do Gelo traz os Caça-Fantasmas originais numa aventura nostalgica

Ghostbuster nostálgico

Ghostbusters: Apocalipse do Gelo é um filme divertido e nostálgico que vai agradar bastante aos fãs da franquia, capturando a magia e o humor inocente dos filmes originais, enquanto apresenta novos elementos e personagens. Como sempre, o roteiro é recheado de referências aos filmes originais, desde os famosos equipamentos dos Caça-Fantasmas até frases icônicas como “Quem você vai chamar?”. Novos elementos à mitologia dos Caça-Fantasmas são apresentados, como a criatura glacial e a cidade congelada, criando um mundo novo e interessante para explorar, expandindo o universo da franquia de forma criativa.

Os efeitos visuais são muito bons e de última geração, criando um mundo glacial convincente. As cenas de batalha contra a criatura glacial são de tirar o fôlego, com uso criativo dos equipamentos dos Caça-Fantasmas. As cenas de ação são emocionantes e bem coreografadas, com momentos de suspense e humor.

Se há ressalvas sobre a trama, é que ela pode ser um pouco previsível para os fãs do gênero, com alguns clichês do gênero fantasia e aventura. Mas isso não tira o encanto do filme que, é claro, poderia ter se aprofundado mais em alguns aspectos da história.

Em resumo, Ghostbusters: Apocalipse do Gelo é um filme divertido e nostálgico que vai agradar aos fãs da franquia. Leve e descontraído, perfeito para assistir em família.

Marcelo Minka

No período pós-Oscar, os lançamentos de filmes relevantes cai assustadoramente. Ainda que cheio de clichês, Uma Prova de Coragem é o único que merece ser citado

Graduado em licenciatura em Artes Visuais, especialista em Mídias Interativas e mestre em Comunicação com concentração em Comunicação Visual. Atua como docente em disciplinas de Artes Visuais, Semiótica Visual, Antropologia Visual e Estética Visual. Cinéfilo nas horas vagas. Me siga no Instagram: @marcelo_minka e @m_minka_jewelry

Leia todas as colunas de Cinema

Fotos: Divulgação/Sony Pictures

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.