Skip to content

Pinte flores! Vendem mais!

Hoje vou dar uma pequena pausa nas “mulheres artistas” para trazer um assunto que todo artista já passou com certeza! Você já ouviu que “deveria pintar flores, porque esse tipo de quadro vende mais?” Eu ouvi! Muitas vezes… Ou fazer “cópias” de obras famosas, porque são mais conhecidas.

Girassóis, de Van Gogh – Foto: Reprodução da internet

Ao meu ver, chega a ser patético a forma com que muitas pessoas enxergam a arte! A “cópia” jamais terá o mesmo valor que a original, geralmente são artistas que já morreram, que foram mestres, que retrataram sua época, suas emoções e sentimentos… E isso é humanamente impossível copiar: a energia e o DNA de cada ser humano.

Na minha profissão, vi muitas pessoas ensinando com a “técnica da cópia”(coisa que sou absolutamente contra e que já comentei em colunas passadas). Existem sim, artistas mestres em fazer réplicas, inclusive fora quando as obras são pedidas pelos autores ou museus e isso é ilegal! Podemos ver isso nas telas do cinema… 

Ninguém aprende copiando, pintar aprende-se “pintando”! Nada mais dual, complicado e simples ao mesmo tempo, que colocar no papel, tela, madeira ou pedra o que é imaterial (sensações,  emoções, impressões) e transforma- las em algo que se possa ver e tocar… 


White Flower Nº 1 (1932) e Black Iris III (1933), Georgia O’Keeffe- Foto: Reprodução da internet

Será que quando falam pra nós, artistas, “pintem flores”, essas pessoas já viram as enormes flores sensuais e ultra femininas de Georgia O’Keeffe? Ou  a série dos “girassóis” de Van Gogh? Artistas pintam flores, mas isso não quer dizer, que por serem tema conhecido da maioria, sejam de “fácil consumo”. E hoje parece que tudo precisa ser “fácil, rápido e confortável”… e eu ainda colocaria um adendo: “algo fácil de ser digerido e consumido”.

E será que isso existe? A vida de verdade é assim? É como a tal da expressão “cringe”, sério, gente? E eu que pensei que cada geração que chegasse iria ser mais evoluída que a outra… E não uma geração que mal viveu e está repetindo os erros das outras que é, ao invés de julgar e dizer o que é “in” ou “out”, deveria agregar conhecimentos e mudarem o mundo, mas pelo jeito….vai demorar!

Jardim de flores, Gustav Klimt – Foto: Reprodução da internet

O mundo só vai mudar quando aceitarmos que cada um é livre para fazer suas próprias escolhas, mas somos todos humanos…a palavra é RESPEITO. E não! Não existe um tema que “venda mais” que o outro…Isso é lenda! E o que é mais importante: quadro não foi feito para combinar com o sofá! Arte é para a evolução do ser humano, seja ela qual for!

Desejo uma boa semana para todos e que muitos sejam vacinados!

Angela Diana

Foto: Ana Paula Barcellos


Sou londrinense e me dedico à arte desde 1986 quando pisei pela primeira vez no atelier de Leticia Marquez. Fui co-fundadora da Oficina de Arte, em parceria com Mira Benvenuto e atuo nas áreas de pintura, escultura, desenho e orientação de artes para adolescentes e adultos.

Foto: Oriental Poppies (1928), Georgia O’Keeffe – Reprodução da internet

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.