Skip to content

Diário de Resistência: A forma mais rápida de dizer eu te amo! 

Por Angela Diana

Ou mais rápida de “falar” sobre o que se sente ou sobre o mundo ao redor, com o desenho. O desenho, tecnicamente falando seria “ponto, linha sobre um plano”… Qualquer linha! Linha de costura, lápis, caneta, pena com nanquim, lã, cabelo, um pedaço de carvão, enfim! O plano? Papel, papelão, tecido, tela, madeira, acrílico, paredes, portas, teto, chão… Como dizia Renato Russo : “Eu rabisco o sol que a chuva apagou”…  Uma frase tão simples que mostra o verdadeiro “super power” de um artista!

Foto: Acervo pessoal

O desenho é uma das formas mais primitivas que o ser humano conhece, é atávico! Inclusive já escrevi por aqui que “todos podem desenhar”, mas que infelizmente muito disso nos é tirado pois, nas escolas, não temos artistas que dão aulas! Mesmo que você não se torne um artista plástico, qualquer um poderia, sim, descrever seu mundo externo e interno com o desenho!

Uma curiosidade! Vocês sabiam que, dependendo da técnica, o lápis de cor pode se transformar quase numa “pintura”? O caso é que ele é um material popular e pouquíssimo utilizado! Fora que, na escola. só nos ensinam UMA forma de usa-lo e tem várias!

O bordado não passa de um desenho no tecido, mas por incrível que pareça, pode-se também bordar ou desenhar com linha de bordado, ou costura no papel! Uma das tendências de técnica usadas hoje em dia por vários artistas (e aqui cito a londrinense Claudia Rezende) é que vários artistas estão usando a técnica tradicional do bordado para suas obras! Inclusive para fazer retratos no tecido!

Foto: Acervo pessoal

Crochê, rendas e tricô também são desenhos!  Artistas como Leonilson e Bispo do Rosário usaram o bordado e a escrita feito com linha para suas obras! Frases, poesias… Flores… pessoas… Existem os cadernos de artistas ou os “antigos” sketchbooks, que não passam de cadernos de rabiscos ou rascunhos de artistas! Aliás! Hoje em dia, várias pessoas trabalham de uma forma diferente com esses “cadernos “! Rabiscando, colando, escrevendo, colocando fotos! Um exercício divertido e muito prazeroso. Indico para vocês! Como um diário através de desenhos…

Foto: Acervo pessoal

Mesmo que suas escolhas de profissões sejam outras , nada impede de desenhar! De soltar as tensões, as mágoas, as alegrias, as tristezas num caderno de rascunhos! Fazer seu próprio livro de artista! Vale bordar, colar, rasgar a folha, escrever, pintar, colar fotos, fazer montagens com elas… Infinitas maneiras! 

Quer deixar essa semana mais leve? Desenhe! Do jeito que der!! Sem autocrítica. Apenas solte sua imaginação e treine suas mãos! Vale caneta bic também (e pode pintar com ela, ok?)!

 E apoie nosso querido jornal através do Catarse 

Angela Diana

Sou londrinense e me dedico à arte desde 1986 quando pisei pela primeira vez no atelier de Leticia Marquez. Fui co-fundadora da Oficina de Arte, em parceria com Mira Benvenuto e atuo nas áreas de pintura, escultura, desenho e orientação de artes para adolescentes e adultos.

Foto principal: acervo pessoal

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.