Cinco empregos que parecem sonho, mas são reais

Já pensou receber um salário para testar cervejas, se hospedar em hotéis ou provar sabores? Listamos cinco profissões que existem e pagam bem

Telma Elorza

O LONDRINENSE

Recentemente, uma loja de doces de Toronto, no Canadá, abriu vagas para testadores de doces. O trabalho, bem renumerado (cerca de R$400 mil por ano ou cerca de R$33 mil por mês) e que pode ser feito em casa, era para provar cerca de 3,5 mil unidades de doces/mês ainda não lançados no mercado. Não precisava ter uma idade específica, poderiam ser adultos e crianças. Se eu não fosse diabética e morasse no Canadá, certamente me candidataria a uma vaga. Mas isso me despertou a curiosidade de saber se teria outros empregos dos sonhos, como esse. Fui pesquisar e descobri que sim, existem trabalhos curiosos e podem ser o sonho de muita gente. Confira.

Especialista em cremosidade

Foto: Pexels

No ano passado, a Brahma lançou a campanha publicitária “Especialista Oficial em Brahmosidade”, para contratar alguém muito sortudo visitar bares, beber chopes e comer as especialidades da casa. E ainda recebia um salário de R$ 4 mil por um mês. Tudo bem que foi um golpe de mídia que deve ter rendido uma boa grana à cervejaria. Mas quem, em sã consciência, deixaria de tentar conquistar uma vaga se o emprego fosse real? Para quem tem formações específicas, existe o emprego de testador de cervejas, mas esse não é tão divertido quando o que a Brahma lançou.

Especialista em sabores e odores

Parecido com o emprego da loja de doces canadense, esse emprego existe no Brasil e é lotado em laboratórios de indústrias alimentícias e de cosméticos. Chamado de Analista Sensorial, para preencher uma vaga é preciso ter, como requisito básico, olfato e paladar bem apurados, já que é responsável por analisar e avaliar gostos e odores. Não exige uma formação específica e o salário é atrativo: cerca de R$ 5 mil.

Especialista em avaliação de produtos/serviços

Foto: Pexels

Taí meu emprego dos sonhos. Unindo minhas habilidades e experiência como jornalista, seria a perfeita profissional a esse cargo, chamado de “cliente oculto”. Esse profissional é contratado para visitar lojas, hotéis e restaurantes para avaliar, de forma anônima, qualidade do atendimento, os produtos, o ambiente, comidas e tudo mais que o contratante desejar, emitindo relatórios com as informações colhidas. O cliente oculto pode avaliar tanto a própria empresa (em pesquisas de bom atendimento dos funcionários, por exemplo) como a concorrência, para saber onde e como são mais fortes que a contratante. Não há um salário fixo, varia de cada empresa/agências de pesquisa. Mas já pensou se hospedar nos melhores hotéis, comer nos melhores restaurantes de graça e ainda receber por isso? Tô dentro. Me vê uma vaga aí, por favor.

Especialista em assistir televisão

Foto: Pexels

Volta e meia, a Netflix (e outros streamings) lançam vagas específicas para assistir televisão. Sim! Dá para ganhar dinheiro maratonando séries e filmes, um profissional chamado de tagger. A empresa não divulga os salários, mas, entre as obrigações, está assistir séries que serão lançadas no streaming e classificar o conteúdo. No entanto, não dá para apenas relaxar e curtir. É preciso observar detalhes e responder a questionários e emitir relatórios.

Especialista em carinho

Foto: Pexels

Sim, você entendeu certinho, mas não confunda com profissional de sexo. O profissional em carinho é uma nova profissão que está surgindo em alguns países, principalmente Estados Unidos. As empresas contratam pessoas para dormir de “conchinha” com seus clientes ou ficar abraçado durante um filme, por exemplo. Com limites bem estabelecidos, o profissional E o cliente devem entender que contatos mais íntimos não são permitidos, todos devem usar roupas e as sessões de carinho são filmadas para garantir as regras. Nos Estados Unidos, o cliente paga, em média, cerca de US$500 por sessão. Tirando uma taxa de agenciamento, o “carinhoso”, pode garantir um bom salário semanal.

Especialista em ser AVÓ

Foto: Pexels

Uma empresa australiana lançou um serviço diferente: ela contrata pessoas para serem avós. Os serviços de “avó de aluguel” incluem desde brincar e tomar conta dos “netos” até fazer aquela receita de família para matar as saudades. Os clientes pagam bem para ter uma vozinha carinhosa por perto, quando precisam. Para trabalhar nessa agência é preciso ter experiência comprovada em várias atividades, cursos de primeiros socorros e saber cozinhar bem.

Foto: Pexels

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.