Skip to content

UEL doa equipamentos odontológicos à rede pública de saúde de Londrina

Equipamentos, em perfeitas condições de uso, faziam parte da antiga Clínica Odontológica da universidade

Agência UEL

A Clínica Odontológica da UEL (COU) repassou nesta quarta-feira (28) à Secretaria Municipal de Saúde de Londrina 29 equipamentos odontológicos completos que deverão ser utilizados nas Unidades Básicas (UBS) e no Centro de Especialidades Odontológicas, localizado na Avenida Duque de Caxias, no centro da cidade. A doação foi formalizada durante reunião na sede da Secretaria. Atualmente, a prefeitura conta com mais de 90 cirurgiões dentistas responsáveis pelo atendimento especializado referência do Programa de Saúde Bucal e demais serviços da rede básica.

Os equipamentos estão em perfeitas condições de uso e eram utilizados na antiga Clínica Odontológica, que funcionava no centro de Londrina. Com a inauguração da nova unidade, no Campus Universitário, em março de 2018, a unidade ganhou novos equipamentos. Segundo o diretor da COU, Helion Lino Junior, a doação visa aproveitar os recursos públicos sem desperdícios, proporcionando qualidade de atendimento à população.

“Os pacientes são os mesmos: a população carente que necessita de atendimento. Nada mais justo do que os dois órgãos públicos se apoiarem”, definiu o diretor. Segundo o Secretário de Saúde de Londrina, Felippe Machado, a equipe de odontologia da prefeitura presta atendimento relacionado às especialidades de prótese dentária, endodontia, cirurgia odontológica, periodontia, atendimento a portadores de necessidades especiais e radiologia.

Residência 

Além da doação dos equipamentos, o CCS repassou à Secretaria de Saúde 11 computadores e mobiliário que deverão ser utilizados pelos residentes da UEL que atuam nas UBS. O diretor do CCS, Airton José Petris, explicou que ao todo 36 estudantes dos Programas Multiprofissionais em Residência em Saúde da Família e da Saúde da Mulher prestam atendimento nas unidades do conjunto Aquiles Stenguel (zona norte), Lindóia (região oeste), Jardim Itapoã (zona sul) e Jardim Padovani/Vista Bela, também na região norte de Londrina, bairros que juntos somam cerca de 50 mil habitantes.

De acordo com Airton Petris, os estudantes fazem o chamado atendimento multiprofissional das áreas de Enfermagem, Farmácia, Odontologia, Psicologia, Nutrição, Fisioterapia, Educação Física e Assistência Social. “Eles fazem um trabalho importante e desenvolvem a prática no espaço real, altamente contextualizada”, afirmou o professor, acrescentando que este atendimento ajuda a desafogar o serviço de saúde prestado em toda a rede pública municipal. 

Foto: Agência UEL

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.