Skip to content

Bafo Quente fecha folia de rua de Londrina com show em praça

Palcos estão sendo montados para driblar problema de som que ocorreu no domingo

O LONDRINENSE com assessoria

Após o sucesso do desfile do trio elétrico no domingo (23), que arrastou uma multidão pelas vias públicas da cidade e reuniu cerca de 50 mil pessoas no Aterro do Lago Igapó em uma festa histórica, o Bloco Bafo Quente dá adeus à folia com último show do Carnaval de Rua de Londrina 2020. A programação para adultos e crianças desta terça-feira (25) está agendada para as 17 horas na Praça Nishinomiya (do Aeroporto) e inclui apresentação da banda de palhaços do CLAC – chamada Sol Fa Mi Rir – e o fechamento com grande show do Bloco Bafo Quente.

A programação, que aconteceria inicialmente em cima do trio elétrico parado na Praça, será transferida para palco montado no mesmo local e com estrutura de som mais potente. No domingo, o trio elétrico contratado pelo BBQ apresentou problemas técnicos na estrutura de sonorização no meio do percurso e isso motivou esta mudança de planos para hoje, com o objetivo de oferecer maior qualidade para os foliões presentes e para as bandas.

Estão sendo montados dois palcos na Praça Nishinomiyia: um para o Bafo Quente e o CLAC e outro, diametralmente à frente, onde tocará o grupo cênico-musical Plantão Sorriso pelo projeto “Bailinho do Plantão”, também a partir das 17 horas. Toda a programação termina até as 21 horas.

Já é uma tradição o Bloco encerrar a programação de rua na Praça do Aeroporto (Região Leste), com grande quantidade de espectadores vindos de vários bairros e de outros municípios. O projeto é uma realização da APD – Associação dos Profissionais de Dança de Londrina e Região Norte do Paraná e conta com o patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura de Londrina por meio do PROMIC – Programa Municipal de Incentivo à Cultura e apoio de vários órgãos da Prefeitura.

A APD também registra que, ao contrário do que foi divulgado pela Prefeitura de Londrina, foram instalados 25 banheiros químicos no Aterro do Lago Igapó. A instalação, assim como parte da segurança particular, era responsabilidade dos organizadores e que foram cumpridos como especificado. A Prefeitura, através dos órgão responsáveis GM e CMTU, cedeu Guardas Municipais e agentes de trânsito. A CMTU também foi responsável pela interdição do trânsito no trajeto do trio elétrico. Além disso, os organizadores disponibilizaram pessoal para recolher o lixo espalhado no aterro até à meia-noite. Infelizmente, muitas pessoas permaneceram no local após esse período.

Foto: André Trigueiro

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.