Por Telma Elorza “Sofri um acidente há dois anos e perdi uma perna. Logo depois, meu namorado de anos me deixou. Justificou que não conseguia ter tesão mais por mim. Isso abalou mais minha autoestima, que já estava comprometida com a perda da perna. Desde então, não consigo me verLeia mais

Compartilhar:

Por Telma Elorza “Passei a pandemia praticamente sozinha. Meu noivo estava em outro país e não pudemos nos encontrar por quase dois anos. Matávamos a saudade com ligações telefônicas e vídeos chamadas. Foi um período de descobrimento para mim, porque ficava muito excitada quando fazíamos sexo por telefone, mais doLeia mais

Compartilhar:

Por Telma Elorza “Eu sempre gostei muito de sexo, do ato em si, e por isso treinei minha vida toda para retardar a ejaculação, para dar prazer à minha companheira por horas. Mas ultimamente venho sentindo dores ao segurar o orgasmo. Será que está me causando problemas?” Em primeiro lugar,Leia mais

Compartilhar:

Por Telma Elorza “Sou bonita, tenho um corpão, sempre gostei muito de me exibir, tinha prazer quase sexual em ver as pessoas – homens e mulheres – olhando pra mim. Mas desde que um ex-namorado me apresentou ao dogging, há uns cinco anos, não consigo transar normalmente, entre quatro paredes.Leia mais

Compartilhar: