Barreira Sanitária e fiscalização: Prefeitura aperta cerco contra aglomerações e barulho na Rua Paranaguá

Guarda Municipal passou o feriado prolongado com ações na via cheia de bares que atraem multidões. Hoje (13), a Prefeitura inicia a ação pente fino de fiscalização nos 16 estabelecimentos comerciais que vendem bebida alcoólica

O LONDRINENSE com assessoria

O barulho e as aglomerações na Rua Paranaguá, área central, foram o foco das ações da Guarda Municipal durante o final de semana do feriado prolongado. Nesta quarta-feira (13) a Prefeitura de Londrina inicia a ação pente fino de fiscalização nos 16 estabelecimentos comerciais que vendem bebida alcoólica naquela via. A verificação envolve as secretarias municipais de Fazenda, Obras e Pavimentação, e do Ambiente (Sema), além da Vigilância Sanitária.

Entre os dias 8 e 12 de outubro, a Secretaria de Defesa Social realizou diversas ações preventivas nas imediações da rua Paranaguá a fim de evitar aglomerações e o descumprimento das medidas profiláticas de prevenção à pandemia. Nos últimos cinco dias, entre às 20h e 23h30, a Guarda Municipal montou uma Barreira Sanitária entre as ruas Piauí e Pará para orientar as pessoas que passavam pelo local. Os guardas flagraram 14 pessoas sem utilizar a máscara de proteção. Todos assinaram termo de constatação, pois o uso do equipamento segue obrigatório em Londrina.

As equipes abordaram aproximadamente mil veículos que passavam pelo ponto de bloqueio. Os guardas municipais lavraram 78 autos de infração de trânsito. Oito veículos (carros e motos) foram recolhidos ao pátio por flagrantes de irregularidades na documentação entre outros problemas. Além dos números apresentados, a Polícia Militar esteve presente no local e também realizou outras autuações e apreensões.

Estabelecimento interditado

Na última sexta-feira (8), durante ação de fiscalização por parte dos fiscais da Secretaria Municipal de Fazenda, um estabelecimento foi notificado por problemas no alvará. Outro foi interditado por ter sido flagrado descumprindo as normas de combate à pandemia. Uma pessoa foi presa por desacato aos servidores públicos, embaraço durante a fiscalização e posse de substância entorpecente.

Continuidade da fiscalização

Conforme o Secretário de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, que está coordenando as ações integradas, será feita uma reunião hoje para a definição dos dias da  Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) na rua Paranaguá com a participação da Guarda Municipal, CMTU, secretarias municipais e possíveis órgãos parceiros que serão convidados para fortalecer a atuação, incluindo a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Ministério Público e outros.

“A intenção não é fechar ou prejudicar estabelecimentos, que são importantes para a cidade, pagam seus impostos e geram empregos e renda, mas sim sensibilizar o público para que respeitem os moradores daquele local, bem como as normas que valem para todos, principalmente na pandemia. Queremos pacificar a situação e evitar medidas extremas, os cidadãos têm direito a ter lazer mas precisam ter consciência”, declarou Canhada.

As ações integradas envolvendo órgãos do município e do Estado seguem durante os próximos dias a fim de evitar aglomerações entre outros transtornos na região. O município segue firme no combate aos descumprimentos das medidas profiláticas de prevenção à Covid-19 e conta com apoio da população. Denúncias podem ser feitas para a central 153 da Guarda Municipal.

Foto: Secretaria Municipal de Defesa Social

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *