Bandas independentes autorais do Paraná

Cara! A cada dia estou sendo presenteado… Estou conhecendo tantas bandas, projetos solos, bandas recém-formadas e duos. Cada uma com seu estilo, que fico até emocionado. Cidades como Rolândia, Arapongas, Paranavaí, São José dos Pinhais, Apucarana e Londrina.

Tem sido mágico e a lista é longa…

Vou cometer um pecado, mas vou citar só algumas. Como falei, a lista é grande, mas oportunidades não faltarão.

Mas acho que posso ser perdoado, no @dna_rock_parana@historias_de_rock faço o que posso para divulgar todas. Dá uma “colada” lá!

Thee Cloro’KKK’Illners -Foto: Divulgação

Carlos Rodrigues, da banda Thee Cloro‘KKK’Illners, de Rolândia é um dos divulgadores! Eles estão em processo de gravação de três músicas. Enquanto aguardo ansioso, Carlos me passou várias dicas e contatos de bandas, que tem trampos incríveis!

 Não posso deixar de citar uma “parada” muito legal que ele me falou pelo “Zap” “É muito importante cada vez mais canais falando da cena autoral independente. Essa nasceu teimosa e vai continuar nessa teimosia de pagar pra ensaiar, tocar, gravar e lançar material dentro das suas limitações.”

Onion Balls – Foto: Acervo Pessoal

Dentre essas dica, está Onion Balls de Arapongas, com um CD lançado recentemente intitulado “Eternal Loop”. Os meninos fazem um Rock de primeira. Vale ressaltar que a capa e contracapa, é um desenho do sobrinho do guitarrista Fred, que fez os desenhos com 7 anos, achei fantástico! Agora é esperar essa pandemia passar, para voltarem os shows. Enquanto não acaba, dá uma conferida no trampo deles no YouTube. Tá massa!

43Duo – Foto: Divulgação

Outra dica de Carlos foi: 43Duo, de Paranavaí. Formado pelo casal Luana Santana e Hugo Ubaldo. Luana é baterista, Hugo, guitarra e voz. Pensa em uma dupla Rock and Roll de respeito. Quando eu ouvi o som e os clips, GRITEI “Angelaaaa! Você precisa ver isso!” A gente foi abrindo um sorriso e já viramos fãs. As músicas, letras e clips muito bem trabalhados. Tudo muito poético/rock, um duo de atitude, que não tem medo de ousar e mostrar toda cumplicidade e talento que lhes foram dados. Confiram o som dessa dupla no YouTube, que é diversão garantida.

Alucinados Rock – Foto: Divulgação

Agora vamos pra São José dos Pinhais, terra do Alucinados Rock! Banda de rock pauleira, formada em 2013, tem um trampo fantástico. Esse power trio formado por Fabricio Vitor na guitarra, Dinho Magnuski no baixo e Silvio Ramos na batera, tem uma pegada forte e rápida.

Banda de respeito em Pinhais, os meninos mostraram a que vieram! Fizeram duas tours no estado de São Paulo, nos anos de 2018 e 2019. Em Pinhais dividiram o palco com CJ Ramone, Motorocker e Sick Sick Sinners. É, meu camarada, cola na página da banda no YouTube e divirta-se!

Felipe Molina – Foto: Divulgação

De Apucarana, temos Felipe Molina com sua voz e violão. Com um EP recém lançado intitulado: “85 Voz e Violão”, Felipe tem um trabalho incrível, além de tocar muito bem, ele canta muito! No YouTube já tem três músicas disponíveis desse trabalho, o EP completo será lançado no final de novembro. Para quem curte voz e violão, Felipe Molina apresenta um prato recheado de músicas excelentes. Cola lá!

Stopin Mutants – Foto: Acervo Pessoal

De Londrina, temos Stopin Mutants, banda formada no início de 2020 por Mauro Gomes no vocal, Alexandre Preto Aranha na guitarra e backing vocals, Diego Menê no slap bass e Nabuco na bateria. A Stopin nasceu com o intuito de tocar Psychobilly intenso, com referências a diversas bandas do estilo. Lançaram essa semana o EP “Brutal Stomp”, com quatro porradas no cérebro, o EP está disponível digitalmente nas plataformas de streaming. O físico, ainda sem data definida, será lançado pelo selo holandês All Stand Records. E melhor! Em vinil “7” polegadas. Enquanto essa pérola nervosa não é lançada, vamos curtir o som da banda no virtual, Bora!

Bora prestigiar a cena autoral independente?!

Bora pro Rock!

Rogerio Rigoni


Foi comerciante a vida toda, se rebelou e assumiu seu lado de escultor. A música que sempre foi sua paixão! Rock and roll na vida e na arte!

Compartilhar:

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *