Avenida Ayrton Senna ficará bloqueada a partir de segunda-feira (14)

A pista será interditada para instalação da nova adutora Cafezal

O LONDRINENSE com Assessoria

Dando continuidade à obra de implantação da nova adutora Cafezal, a partir de segunda-feira (14) a Avenida Ayrton Senna terá duas faixas de rolamento interditadas. O bloqueio é necessário para a instalação da tubulação próximo à faixa de estacionamento, e por isso as faixas da direita e centro, subindo a avenida no sentido Igapó – avenida Madre Leônia Milito, ficarão bloqueadas enquanto a obra permanecer no local. Dessa forma, os condutores terão a faixa da esquerda, próxima ao canteiro central, liberada para o fluxo do trânsito.

Foto: Emerson Dias

Os trabalhos começam nesta segunda (14) no quarteirão entre as ruas Ulrico Zuinglio e Caracas, e prosseguem diariamente até próximo do cruzamento da Ayrton Senna com a Rua Bento Munhoz da Rocha Neto. A empresa contratada pela Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) para executar esta obra é a Maper Construtora, que também é responsável por sinalizar a área interditada.

Enquanto os serviços forem realizados, a Prefeitura de Londrina irá acompanhar a condução do projeto, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação, e a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) fará o monitoramento do trânsito.

A estimativa é que, diariamente, sejam instalados cerca de 20 metros de tubulação da nova adutora, que fará a interligação da rede de abastecimento do Ribeirão Cafezal até a estação de tratamento da Avenida Juscelino Kubitscheck (JK). Para maior segurança das equipes e melhor manejo dos equipamentos e máquinas, a área de interdição terá de 50 a 100 metros de extensão. A instalação da nova adutora na Ayrton Senna deve levar cerca de dois meses para conclusão.

Esta etapa dará continuidade aos serviços que foram realizados em fevereiro, na Rua Professor Joaquim de Matos Barreto. A Sanepar planeja substituir a atual tubulação, que passa por dentro de vários terrenos construídos, para uma nova rede que percorre o traçado das vias. Além disso, a nova adutora vai viabilizar que, futuramente, a Prefeitura execute o projeto de construção de uma trincheira no cruzamento das avenidas Ayrton Senna com a Madre Leônia Milito.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.