Skip to content

M&A, processo exige sinergia e avaliação de riscos para sobrevivência do negócio

por Khellvery Mora

Quando empresas se unem ou uma compra a outra, chamamos isso de fusões e aquisições, ou M&A (do inglês, mergers and acquisitions). Esse processo, geralmente, ocorre quando duas ou mais empresas decidem se unir ou quando uma empresa maior compra uma menor.

Mas por que as empresas fazem isso? Bem, existem várias razões. Uma delas é o desejo de crescer mais rápido e expandir seus negócios. Ao se unirem, as empresas podem combinar seus recursos, conhecimentos e clientes, o que pode levar a um crescimento mais rápido do que se estivessem operando de forma independente.

LEIA TAMBÉM

Outra razão para uma empresa realizar uma fusão ou aquisição é ganhar uma vantagem competitiva. Ao adquirir uma empresa concorrente ou complementar, a empresa pode fortalecer sua posição no mercado, obter acesso a novas tecnologias ou produtos, ou até mesmo eliminar um concorrente direto.

Agora, como um especialista pode ajudar uma empresa de médio porte a realizar uma fusão ou aquisição? Bom, esse é um processo complexo que envolve uma série de etapas, desde a identificação de oportunidades de M&A até a execução e integração das empresas envolvidas.

Avaliação de oportunidades: Identificar empresas com potencial de sinergia e crescimento.           

Due diligence: Realizar uma análise detalhada das empresas envolvidas, incluindo aspectos financeiros, legais e operacionais.

Negociação estratégica: Auxiliar na negociação dos termos e condições do acordo para garantir benefícios mútuos.

Integração pós-aquisição: Assegurar uma combinação eficiente das empresas envolvidas para alcançar as sinergias planejadas.

Maximização de valor: Buscar oportunidades de criação de valor e vantagem competitiva por meio da fusão ou aquisição.

Gerenciamento de riscos: Identificar e mitigar possíveis riscos envolvidos no processo de M&A.

Suporte especializado: Contar com a expertise de um especialista em M&A para orientação e estratégias bem fundamentadas.

Crescimento acelerado: Aproveitar a fusão ou aquisição como uma estratégia para expandir rapidamente os negócios.

Acesso a novos mercados: Utilizar a M&A para ingressar em mercados previamente inacessíveis ou expandir a presença em regiões geográficas específicas.

Fortalecimento da posição competitiva: Consolidar a posição no mercado adquirindo concorrentes diretos ou complementares.

LEIA TAMBÉM

AVALIAR OPORTUNIDADES

Um especialista em M&A pode trazer conhecimento e experiência nesse campo. Ele pode ajudar a empresa a avaliar as oportunidades de fusões e aquisições disponíveis, realizar uma análise detalhada das empresas envolvidas, incluindo suas finanças, ativos e passivos, identificar possíveis sinergias e riscos, além de ajudar na negociação dos termos e condições do acordo.

Além disso deve-se ter uma atenção importante na integração pós-aquisição. Após a conclusão do acordo, é crucial garantir que as duas empresas sejam combinadas de forma eficiente e eficaz, para que as sinergias planejadas sejam realizadas e os benefícios da fusão ou aquisição sejam alcançados

Leia todas as colunas da Assessoria Financeira

Khellvery Jonathan Silveira Mora

Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, atuou por cinco anos como coordenador administrativo no grupo Tomita Itimura. Atua como consultor empresarial com foco em captação de recursos para alavancagem e é diretor administrativo na eevee assessoria e consultoria.

Me siga no Instagram: @khellvery. Fone: (43) 99142-7941.

Foto: Freepik

(*) O conteúdo das colunas não reflete, necessariamente, a opinião do O LONDRINENSE

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Designed using Magazine Hoot. Powered by WordPress.