Agência Espacial e IFPR-Londrina assinam acordo de cooperação para criar curso inédito

Será a primeira instituição de educação a firmar parceria com a AEB para oferecer um curso que qualifica profissionais para explorar economicamente dados fornecidos por satélites

O LONDRINENSE com assessoria

A Agência Espacial Brasileira (AEB), órgão vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, e o campus Londrina do Instituto Federal do Paraná (IFPR) assinam acordo de cooperação técnica nesta segunda-feira (28) para criação de um curso inédito no País. O acordo foi articulado pela deputada federal Luísa Canziani (PSD-PR) e tem por objetivo formar e capacitar profissionais nos segmentos de satélites, empreendedorismo e inovação tecnológica. A solenidade está marcada para às 11 horas, no gabinete do prefeito de Londrina, Marcelo Belinati (PP). Também estarão presentes o presidente da AEB, Carlos Augusto Teixeira de Moura, e o reitor do IFPR, Odacir Zanatta.

“É um acordo inédito no País, o IFPR é a primeira instituição de educação a firmar uma parceria com a AEB e a oferecer um curso inovador para qualificar profissionais com conhecimento para explorar economicamente dados fornecidos por satélites”, explica a deputada. O professor Marcelo Poletti, diretor do campus avançado de Londrina do IFPR, informa que à tarde, após a assinatura do acordo de cooperação, será realizada uma reunião técnica para estruturação do cronograma de atividades e formatação de um curso para formação e qualificação de mão de obra.

“Participamos de várias reuniões com os técnicos da AEB e eles nos relataram a falta de profissionais qualificados com conhecimento em tecnologia aeroespacial e, por isso, um dos itens do acordo de cooperação técnica prevê a criação de um curso que atenda a essa demanda”, explica Poletti.

Provavelmente será criado um curso de curta duração (cuja formação deve variar de seis meses a um ano) e a expectativa é que seja ofertado ainda neste ano. Segundo ele, será um curso inovador e inédito, uma vez que nenhuma instituição de ensino do País oferece curso para formar esse tipo de mão de obra.

Constelação Catarina

A assinatura do acordo de cooperação técnica faz parte do Programa Constelação Catarina, desenvolvido pela AEB desde o ano passado. A iniciativa prevê o desenvolvimento, a fabricação e o lançamento de uma “constelação de satélites”, que tem como objetivos principais atuar no setor de defesa civil e levar melhorias à agricultura de precisão. Outro benefício importante é demonstrar a viabilidade de um novo modelo de investimentos no setor espacial, que possa trazer recursos de diferentes setores, com foco no atendimento de demandas qualificadas.

Às 16 horas, a diretoria da AEB se reúne com integrantes do ecossistema de inovação de Londrina para apresentação do programa espacial brasileiro e da Constelação Catarina. A reunião será no hub de inteligência artificial do Senai (Av. Madre Leônia Milito, 1377 – 30º andar).

Foto: AEB

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.