PROTEU RETORNA AO PALCO COM `TANGO´

Cercada de boas expectativas, estreia do espetáculo acontece nesta sexta-feira (03), às 20 horas, no Teatro Ouro Verde, em Londrina. Montagem prossegue até domingo (05)

Equipe O Londrinense

com Assessoria de Imprensa

Integrantes de várias fases do Proteu, lendário grupo teatral de Londrina, e atores da nova geração, retornam ao palco do Teatro Ouro Verde, nesta sexta (03), às 20 horas, para a estreia de Tango. Com direção de William Pereira, a encenação do texto do dramaturgo polonês Slawomir Mrozek (1930 – 2013) prossegue até domingo (05).

Tango marca os 40 anos de formação do Proteu. Criado em 1978, por Nitis Jacon, com o apoio da Universidade Estadual de Londrina, o Proteu (Projeto Experimental de Teatro Universitário) foi responsável por realizar montagens ousadas e emblemáticas ao longo de sua história, sendo escola para uma geração de atores e produtores londrinenses.

A montagem é ambientada em um tempo indefinido na casa de Eleonora e Stomil, pais de Arthur, jovem estudante de Medicina, inconformado com a falta de regras e valores comuns da família. Apesar de as tentativas estarem fadadas ao fracasso, o filho tenta impor uma ordem e, assim, conceder algum significado às coisas.

 Arthur tenta persuadir a avó a comportar-se decentemente, revolta-se contra a mansidão do pai e o duplo padrão de moralidade da mãe.  Ele mesmo quer ter um casamento tradicional, mas falha ao não declarar seus sentimentos à noiva. “Tango” é um conto sarcástico sobre o conflito entre gerações, onde o idealismo juvenil se transforma em luta pelo poder sem escrúpulos e abre caminho para o despotismo.

Segundo o diretor William Pereira, o texto fala muito do Brasil de hoje, por mais que tenha sido escrito em 1964. “Por trás de uma aparente irreverência, de uma farsa, o texto é muito contundente. Fala de totalitarismo, e de como surge um governo autoritário. Estamos muito ansiosos com a estreia e acredito que quem conheceu o Proteu verá os ecos deste grupo, e quem não conheceu, espero que tenha uma ideia do quão grandioso ele foi”, diz.

Para a atriz Maria Fernanda Coelho, as apresentações estão envoltas em muita emoção e homenagens. “O Projeto Proteu 40 anos tem sido um desafio muito importante de reencontro com o texto do teatro, com a dramaturgia e com a direção do William. Um projeto que agradece e homenageia Nitis Jacon, que nos forjou; agradece e homenageia nossos companheiros de tablado e de vida, Paulo Braz e Remir Trautwein, que estão conosco nos ensaios, nas apresentações, em nós, e totalmente presentes neste palco e neste teatro”, analisa.

SERVIÇO

Estreia de Tango, espetáculo comemorativo aos 40 anos de formação do grupo Proteu. Nesta sexta-feira (03), às 20 horas, no Teatro Ouro Verde (Rua Maranhão, 85), em Londrina. A encenação prossegue até domingo (05). Os ingressos custam R$10,00 e R$5,00 (meia entrada). Pontos de venda: http://www.sympla.com.br/proteu40ANOS, Loja Ciranda e na bilheteria do Teatro Ouro Verde.

FICHA TÉCNICA

Texto: Slawomir Mrozek. Encenação: William Pereira. Assistência de direção: José Claudio Rodrigues. Elenco: Luan Valero, Maíra Kodama, Maria Fernanda Coelho, Mira Roxo, Poka Marques, Remir Trautwein, Rogério Costa, Sergio Mello. Cenografia:  William Pereira e Gelson Amaral. Iluminação: Raquel Balekian. Figurino: Nélio Pinheiro. Produção: Jacqueline Almada, Patricia Braga Alves

Foto: Emerson Dias

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *