Símbolos simbolicamente simbólicos

A linguagem simbólica é muito usada no mundo da arte, apesar de muita gente achar uma coisa ultrapassada ou apenas supersticiosa, vários autores sérios como Jung ou Freud, trabalharam muito com ela.

A maior parte dos símbolos são atávicos, convivem conosco desde que temos consciência de que somos gente, digamos que são resumos em formas de imagens…

Um exemplo simples são os sinais de trânsito. Antes de sairmos dirigindo por aí, precisamos entender a linguagem e assim evitamos acidentes.

Claro que, é necessário partir de um princípio, existem muitos símbolos antigos que até hoje não foram decifrados…No caso, de algumas línguas, como a egípcia, que era cheia de figuras, foi preciso acontecer uma ajuda do destino.

Foi apenas quando encontraram a famosa PEDRA DA ROSETA, uma pedra escrita em grego, egípcio e sumério, que conseguiram decifrar. Essa descoberta foi importantíssima para o entendimento das escritas sumérias e egípcias, pois o grego , amplamente conhecido pelos historiadores e arqueólogos, serviu de comparação para as outras línguas.

O ser humano tem o dom de criar símbolos, quem não tem uma música ou uma roupa que lembra um dia especial? Que, aliás, pode ser de bom ou mau augúrio. Em suma, adoramos colocar significado em tudo o que nos é importante.

Cada civilização criou um complexo cenário de simbologia. Uma das mais populares são os anjos.

Acredita -se que a primeira figura humana com asas foi da deusa egípcia Isis, seguido do deus grego Mercúrio, que tinha pequenas asas nos pés como símbolo de ser um deus mensageiro.

O próprio nome “anjo” ou “Agnelo” significa “mensageiro”, atribuição dos anjos, arcanjos e afins. Os anjos estão conosco principalmente em situações extremas, lê- se muito das aparições de seres alados ou “exércitos celestes “em situações em que o ser humano estava em guerra ou precisando de alguma “mãozinha “dos céus. Aliás, “céu” também virou símbolo de ascensão, de mudar de status, estar encarnado e morrer e ganhar o “paraíso”.

Todas as civilizações antigas e também as modernas construíram suas bases em cima de símbolos…Que fique bem claro que não estou dizendo que símbolos são apenas crenças, ideias ou histórias transformadas em imagens…Geralmente elas tem a ver com o mundo espiritual, particularmente acredito em anjos, então para mim eles são mais do que imagens criadas pelo ser humano. E assim funciona tudo o que acreditamos…

Um dos simbolismos mais fantásticos é o da caveira. Ela é ao mesmo tempo a morte para alguns, mas a eternidade para outros. As cores tem seu lugar cativo, enquanto no ocidente as noivas casam -se de branco, no oriente ele é símbolo de morte.

Lembrando que cada civilização tem seu código de símbolos e eles diferem de uma para outra e (livros sobre significados de sonhos são muito superficiais e Freud deve se revirar na tumba com eles!)

Vocês já se perguntaram quais seriam os símbolos que definem sua vida, quais o que são importantes para seu dia a dia?

Dois livros bacanas sobre símbolos: “O grande livro dos símbolos”, de Jack Tresider; e “Dicionário ilustrado de símbolos “ de Hans Biedermann.

Vale muito estudar mitologia greco-romana ou de outros países como os nórdicos, os africanos, os celtas etc.

Vocês verão que temos muito de cada um deles e nunca perceberíamos se não fossem os símbolos!

Foto: Pixabay

Angela Diana

Sou londrinense e me dedico à arte desde 1986 quando pisei pela primeira vez no atelier de Leticia Marquez. Fui co-fundadora da Oficina de Arte, em parceria com Mira Benvenuto e atuo nas áreas de pintura, escultura, desenho e orientação de artes para adolescentes e adultos.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *