Seu Dia a Dia – Quando R$ 100,00 torna-se R$ 16,00: entenda o efeito da inflação

Responda rapidamente, teste sua capacidade analítica e de conhecimento.

  • A nota de R$ 100 quanto vale atualmente em termos reais?
  • Essa mesma nota de R$ 100, quanto deveria valer se fosse corrigido pela inflação?
    Segue as alternativas com as respectivas respostas:
    A) R$ 16,00 e R$ 625,00
    B) R$ 26,00 e R$ 525,00
    C) R$ 46,00 e R$ 425,00
    D) R$ 66,00 e R$ 225,00

Já teve aquela sensação de ter uma nota de R$ 100 no bolso, que é muito bom, e descobrir que ela compra cada vez menos algum produto ou serviço. Agora imagina isso há 26 anos, quando foi lançada juntamente com o plano Real.

Alguns podem ter dificuldade em compreender, mas essa nota de R$100 estampada no “economês” falamos que se trata de um valor nominal, pois, efetivamente não tem o mesmo valor, em termos reais, como antes. Assim a análise é outra.

Detalhe importante, ao mencionarmos a nota de R$ 100 então trata-se de que não é mesmo o valor de compra, pois a explicação se dá por conta da inflação do período entre 01/07/1994 a 31/08/2020 que foi de 524,94%. Isso mesmo, 3 dígitos.

Como referência, o preço do arroz, pelo levantamento realizado, o pacote de 5kg do arroz custava, em julho de 1994, em torno de R$ 3,40 e atualmente está na casa dos R$ 15,00.

Como você pode analisar, conforme o preço citado, naquela época R$ 100 podia comprar quase 30 pacotes de 5 kg de arroz e hoje não compra nem 7 pacotes.

Entendeu quando utilizamos a expressão “em termos de valor real”? E de fato isso ocorre devido o dinheiro perder valor ao longo do tempo.

Vamos a resposta. Quem pensou na alternativa A, está correto. O valor real da nota, descontado a inflação seria equivalente a R$ 16. Isso mesmo.
E para manter o mesmo poder de compra a nota de R$ 100 deveria ser de R$ 625,00, com base na inflação informada. Interessante, não?

Entendeu como fica mais claro, quando se analisa outros fatores, como salário, preço de algum produto ou serviço, cotação do dólar e outros.

Fica a informação. Uma ótima semana! Gratidão

Cláudio Chiusoli

Professor de Administração na UNICENTRO – Universidade Estadual do Centro Oeste /PR. Economista formado pela UEL. Pós-doutor em Gestão Urbana pela PUCPR. Facebook: fb.me/claudio.luiz.chiusoli
Instagram: @claudio.chiusoli
Linkedin: https://br.linkedin.com/in/claudio-chiusoli-50819531
Mande sua sugestão ou dúvidas para prof.claudio.unicentro@gmail.com. Acompanhe meu canal do YouTube

Foto: Reprodução da internet

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *