Segundo dia do Vestibular da UEL termina com abstenção de 7,59% dos candidatos

Faltaram às provas 41 candidatos, o que tornou a abstenção um pouco maior que o do vestibular passado

Agência UEL

O segundo dia da 2ª Fase da UEL registrou um total de 41 candidatos ausentes, elevando para 639 vestibulandos o total de abstenção do Vestibular 2020, um índice de 7,59%. Os dados foram confirmados na tarde desta segunda-feira (2) pela Coordenadoria de Processos Seletivos (Cops). Foram aplicadas as provas de Conhecimentos Específicos, composta por 12 questões referentes a disciplinas do Ensino Médio. 

O Vestibular continua nesta terça-feira (3) para 646 candidatos aos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Visuais, Design de Moda e Design Gráfico. Eles farão as Provas de Habilidades Específicas (PHE) das 8 às 11 horas e das 14 às 18 horas, no Centro de Tecnologia e Urbanismo (CTU) e no Centro de Estudos Sociais Aplicados (CESA).

De acordo com a professora Sandra de Oliveira Garcia, da Cops, a abstenção deste ano foi um pouco maior que a do Vestibular 2019, que ficou em 6,02%. Em que pese a pequena elevação de ausentes, o concurso foi considerado bastante tranquilo, sem maiores intercorrências na aplicação das provas em Londrina, Cascavel e Curitiba. Este foi o primeiro ano em que o concurso foi descentralizado.

Para atender à demanda dos estudantes, a Cops abriu 31 novas salas entre ontem e hoje para acomodar vestibulandos, que precisaram realizar a prova em separado, como o caso de uma candidata que apresentou sintomas de caxumba, considerada uma infecção viral aguda e contagiosa. A candidata foi transferida para uma sala, onde pode fazer a prova, sem maiores prejuízos. Outras salas atenderam vestibulandos que apresentaram solicitações especiais como ledores, prova em Braille ou estudantes que apresentam déficit de atenção.

Este ano 84 detentos fizeram as provas na Penitenciária Estadual (1 e 2) e no Centro de Reintegração Social (Creslon). Ao todo 191 detentos se inscreveram para o Vestibular este ano, sendo que 84 foram aprovados no último dia 20 de outubro, na 1ª fase. 

Deste total, 52 são da PEL II, outros 20 são da PEL I e 11 do Centro de Reintegração Social (Creslon). Uma detenta está custodiada no 3º Distrito Policial. Os cursos escolhidos pelos presos foram Administração, Agronomia, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências Sociais, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Física, Fisioterapia, Geografia, História, Letras, Matemática, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Química, Serviço Social e Zootecnia.

Correção – O caderno de provas do primeiro dia (prova de Línguas, Literatura e Redação) foi liberado hoje, ao final do concurso. O gabarito está disponível no site da Cops e no aplicativo Vestibular UEL 2020, com acesso livre para todos os interessados. Para ter acesso, basta baixar a ferramenta, disponível para modelos que utilizam o sistema Android.

Nesta terça-feira, às 17 horas, a Cops divulga a Resposta Esperada da prova deste segundo dia. Como as 12 questões são dissertativas, são apresentadas respostas que versam sobre o conteúdo pretendido pelos avaliadores. A divulgação também será feita por meio do site e do App.

Cerca de 900 pessoas entre fiscais, coordenadores, agentes de segurança, médicos, monitores e supervisores trabalharam nestes dois dias da 2ª fase em Londrina, Cascavel e Curitiba. A UEL oferece 2.559 vagas em 53 cursos de graduação, considerando turnos e habilitações, e outras 586 por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU), totalizando 3.145 vagas. Pela primeira vez, a UEL está duas novas graduações, Biotecnologia e Nutrição.

O resultado final do Vestibular 2020 será divulgado no próximo dia 13 de janeiro, a partir das 12 horas, no site da COPS

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *