Polícia cumpre mandados de busca e apreensão de materiais da Sercomtel Iluminação

Grupos de combate a corrupção estão recolhendo lâmpadas de LED para perícia

Telma Elorza

O LONDRINENSE

A Divisão Estadual de Combate a Corrupção (DECCOR) está nas ruas de Londrina cumprindo seis mandados de busca e apreensão de conjuntos de lâmpadas LED em postes de iluminação da cidade, dentro da Operação Luz Oculta. Essa é uma das etapas do inquérito instaurado para investigar possíveis fraudes no contrato da Sercomtel Iluminação, de Londrina, com a empresa Energepar Empreendimentos Elétricos, o terceiro envolvendo a empresa que também está sendo investigada por contratos fraudulentos com as prefeituras de Foz do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu. A Sercomtel Iluminação nega qualquer irregularidade nos contratos e emitiu uma nota oficial sobre o caso (leia abaixo).

De acordo com informações repassadas à reportagem, a operação está sendo comandada pelo delegado Alan Flore, chefe do DECCOR, e as lâmpadas recolhidas serão periciadas para comprovar se o produto é o mesmo estipulado no contrato firmado com a Sercomtel Iluminação. A suspeita é que a empresa, embora tenha cobrado por lâmpadas originais, entregou LEDs genéricas, com valor bem abaixo da original.

A delegada responsável pelo três inquéritos abertos contra a empresa por fraudes em contratos com os municípios de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaupu e Londrina, Rita de Cássia Camargos Lira, afirmou que há indícios de que a Energepar tem constituição fraudulenta – com “laranjas” no lugar dos verdadeiros proprietários – e que, na análise dos editais com a Sercomtel Iluminação, levantou-se as suspeitas de direcionamento na licitação, crime caracterizado na lei 8.666.

“Como a gente já tem esses pré indícios dessa empresa que, pela constituição fraudulenta não seria tão idônea, passamos avaliar melhor os contratos”, explicou ela à reportagem. Segundo a delegada, essas foram as situações que levaram a instaurar o inquérito de Londrina. “Eu não posso afirmar ainda que há envolvimento de funcionários, mas, a princípio, quando há direcionamento é para que uma determinada empresa ganhe a licitação”, diz.

Leia a íntegra da nota oficial:

“A direção da Sercomtel Iluminação S/A vem a público reafirmar seu posicionamento institucional de colaborar com todas as apurações dos órgãos de controle que visam esclarecer suspeitas de irregularidade.

Dessa forma, vem prestando TOTAL APOIO ao Núcleo de Combate à Corrupção de Foz do Iguaçu, vinculado à Polícia Civil do Paraná, na pessoa da delegada Rita de Cássia Camargos Lira, bem como repassando com agilidade todas as informações solicitadas.

A Sercomtel Iluminação está convicta de que não há qualquer anormalidade em quaisquer contratos que formalizou. Em especial, o contrato que é objeto de apuração permitiu a Londrina comprar lâmpadas de excelente qualidade a um preço menor do que em outras cidades.

São produtos da marca Philips – mundialmente conhecida e com quase 130 anos de renome no mercado –, cujo desempenho pode ser conferido por todos os munícipes londrinenses.

É bom salientar também que todas as contas da Sercomtel Iluminação são auditadas trimestral e anualmente por auditores independentes e acompanhadas pelo Tribunal de Contas, o qual, diante de representação realizada, julgou, por unanimidade, aprovado o processo licitatório que resultou na definição da vencedora, a empresa Energepar, em 2018.

A mencionada licitação contou com a participação de cinco empresas: 1) EFLY ENERGIA LTDA; 2) ENERGEPAR EMPREENDIMENTOS ELÉTRICOS; 3) TECNOWATT ILUMINAÇÃO LTDA; 4) REPUME REPUXAÇÃO E METALÚRGICA LTDA; e 5) UNICOBA ENERGIA S/A, portanto houve um número considerável de licitantes, um indicativo de que a competitividade do procedimento licitatório foi atendida.

A definição pela melhor proposta apresentada, por conseguinte, permitiu à Sercomtel Iluminação obter uma economia de R$ 5.214.020,00. O valor previsto no certame seria de R$ 33.895.563,50, entretanto, o contrato foi formalizado a R$ 28.681.543,50.

Ademais, a SI, embora seja uma companhia enxuta, conta ainda com área de governança e compliance, zelando pela ética e integridade em suas relações comerciais.

Por fim, a Sercomtel Iluminação destaca que preza pelo seu nome, e coloca-se à disposição do Núcleo de Foz do Iguaçu, das demais autoridades e sociedade civil organizada, para todo e qualquer esclarecimento necessário.

Diretoria Sercomtel Iluminação S/A”

Mais informações a qualquer momento.

Foto: Sercomtel Iluminação

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *