Orquestra Acadêmica Bravi abre temporada de concertos 2019

Projeto comemora dois anos dando oportunidades para que músicos aprimorem seus conhecimentos e apresentem seu talento

Vinícius Fonseca

Especial para O LONDRINENSE

A Orquestra Acadêmica Bravi abre, na próxima terça-feira (26), às 19 h30, sua temporada 2019 de concertos, no Centro Cultural SESI/AML. O ingresso é solidário e começará a ser distribuído no local uma hora antes do espetáculo mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível.

Os 17 membros da orquestra executarão clássicos de compositores como Gustav Holst (1874-1934), Antonio Vivaldi (1678-1741), Peter Warlock (1894-1930), além do brasileiro Alberto Nepomuceno (1864-1920). Também sobem ao palco 11 integrantes da orquestra juvenil do projeto, composta por alunos com idade que vão dos 9 aos 13 anos, para a execução de peças adaptadas. A regência será do maestro e violinista Evgueni Ratchev.

O projeto, que tem foco em instrumentos de cordas, como violinos, violoncelo, contrabaixo e viola, começou a ser idealizado no final de 2016, na Academia Bravi, especializada em instrumentos de cordas, com o intuito de possibilitar a músicos recém-formados a oportunidade de continuar aprimorando seus conhecimentos, “Apesar da existência de alguns grupos, nós percebemos uma lacuna quanto ao processo intermediário e pré-profissional”, comenta Thalita Alcântara, diretora da orquestra.

Ela lembra que, no ano seguinte, começaram a formar os primeiros grupos e logo no início foi possível notar uma grande procura por parte de pessoas que já tinham algum conhecimento de instrumentos de corda e músicos que queriam aprimorar o seu domínio técnico. “Começamos o projeto com pessoas que já tocavam, mas que não tinham onde praticar isso em grupo.  Podemos dizer que a orquestra é formada por músicos que se reúnem para aprimorar seus conhecimentos”, conta.

Atualmente, o projeto da Bravi vai além da Orquestra Acadêmica e possibilita o acesso à música erudita e a prática de instrumentos de cordas para 88 pessoas de diferentes faixas-etárias, dos quais 15 são bolsistas oriundos de projetos sociais. “Nós não visamos lucro. Procuramos pagar a hora- aula de nossos professores para manter nossas atividades. Em nossos concertos são cobrados ingressos solidários, como alimento não perecível, que depois revertemos para asilos e outras instituições”, explica Thalita.

Além da entrega das arrecadações, a diretora, revela que a orquestra costuma visitar as instituições beneficiadas, realizando apresentações para o público interno desses locais. Para a diretora, essas ações atendem outra preocupação que é a de fomentar a formação de público para a música erudita.

Vencendo Preconceitos

Coordenador da orquestra, o professor Jhonatan Santos afirma que além do cunho social, o projeto também serve para vencer possíveis preconceitos que as pessoas demonstram quando o assunto é música erudita.

De acordo com ele as principais barreiras alegadas são: a dificuldade em se tocar um instrumento de cordas e o repertório executado pelos músicos. “Nossos objetivos são, justamente, mostrar que é possível sim tocar instrumentos de cordas e também ver pessoas tocando música clássica”.

O professor esclarece que hoje a escola atende cinco grupos com diferentes níveis de conhecimento musical e idades e orienta aos interessados que entrem em contato com a Bravi. “Nós fornecemos aulas experimentais e também apoio técnico ao aluno que deseja comprar um instrumento e realizar suas aulas”, diz.

 Instituições que desejem receber concertos da orquestra ou ainda empresas e pessoas físicas interessadas em ajudar na manutenção das atividades podem fazer o mesmo.

Foto: Fábio Alcover

Serviço:

Concerto comemorativo de dois anos da Orquestra Acadêmica Bravi

Data: 26 de março, terça-feira, às 19h30

Local: Teatro Sesi/AML | Rua Maestro Egídio Camargo do Amaral, 130. Ingressos: um quilo de alimento não perecível

Compartilhar:

2 comentários em “Orquestra Acadêmica Bravi abre temporada de concertos 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *