Novo fechamento do PS do Hospital Evangélico por covid-19

Hospital já havia fechado o PS no dia 26 de maio por causa de um paciente com falso negativo

Telma Elorza

O LONDRINENSE

Um novo fechamento do Pronto Socorro do SUS no Hospital Evangélico veio sobrecarregar o sistema de urgência e emergência na cidade. O PS do Evangélico já havia sido fechado em 26 de maio, por conta de um paciente que deu entrada com falso negativo no teste para covid-19. Desta vez, o paciente foi admitido por problemas cardíacos e teve confirmada suspeita no sábado (27)

Em nota, a direção do hospital explicou que suspendeu os atendimentos do SUS por 72 horas, para segurança dos pacientes e colaboradores. Leia a nota na íntegra:

“O Hospital Evangélico de Londrina comunica que suspendeu os atendimentos em seu pronto-socorro SUS por 72 horas. Tal medida se fez necessária para a segurança dos pacientes e colaboradores da instituição.

O motivo foi a confirmação de suspeita (sorologia positiva e tomografia altamente sugestiva) para o diagnóstico de Covid-19 por um paciente regulado via SAMU para o nosso pronto-socorro. O paciente de 68 anos deu entrada no HE às 5h15, com diagnóstico de pneumonia em tratamento e insuficiência cardíaca. O mesmo estava em processo pós-operatório de um procedimento cardíaco realizado 15 dias atrás no Hospital Norte Paranaense de Arapongas (Honpar).

Na tarde de sábado (27), após os resultados dos exames, foi determinado o fechamento imediato desta ala pronto-socorro e solicitada transferência do paciente. O mesmo foi transferido ainda na noite de ontem para um hospital de referência, onde permanece em tratamento.

Reforçamos que tal medida de caráter preventivo se faz necessária para a realocação dos pacientes com contato próximo para outras alas e posterior desinfecção do ambiente.”

Honpar também fechado

A direção do Honpar, depois do registro de gripe em alguns profissionais de saúde na última quarta-feira (24), decidiu por medida de segurança e precaução, suspender os atendimentos, que ficaram restritos a pacientes com Covid-19 (que estão em ala separada). Os demais atendimentos serão direcionados para Santa Casa e Hospital da Providência.

Até o momento 29 profissionais de saúde tiveram o teste positivo para covid-19 e todos estão sendo monitorados em isolamento domiciliar, sem necessidade de internação. O hospital comunicou que, até dia 2 de julho, pelo menos 25 deles já estarão em condições para voltar ao trabalho.

O LONDRINENSE está tentando contato com o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado para saber como ficará o sistema de urgência e emergência na cidade.

Foto: Divulgação/HE

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *