Município prorroga suspensão de aulas presenciais

Novo decreto deve ser publicado hoje, adiando a retomada das atividades escolares para 31 de agosto

Telma Elorza

O LONDRINENSE

Em mais uma transmissão ao vivo, pelo Facebook, na noite de domingo (26), o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati (PP), disse que as aulas no Município vão continuar suspensas até dia 31 de agosto. Um novo decreto com a nova data deve ser publicado nesta segunda-feira (27). O decreto anterior previa suspensão das atividades escolares até 31 de julho, sexta-feira. Ele também ressaltou que o novo decreto não significa que as aulas retornarão em setembro, mas que os dados epidemiológicos serão analisados no momento.

De acordo com Belinati, a decisão de prorrogar a suspensão foi tomada depois de uma análise técnica com médicos da Secretaria Municipal de Saúde. “Os dados mostram que não é possível retomar as atividades agora. O momento epidemiológico não nos permite”, justificou.

Segundo o prefeito, o aumento de casos de covid-19 em Londrina já era esperado nesse momento de pandemia. Disse, no entanto, que é preciso continuar com as medidas restritivas para conter a doença. E lembrou que, embora a maioria das crianças tenham casos leves ou assintomáticos, a taxa de ocupação de UTIs pediátricas está em mais de 20%. No boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, neste domingo, as UTIs pediátricas do SUS para covid-19 estão com ocupação de 21%.

Em 24 horas, Londrina registrou 43 novos casos da doença, totalizando 2.862, com 111 mortos e 233 pessoas aguardando resultados de exames. Dos 249 casos ativos, 187 estão em isolamento domiciliar e 62 hospitalizados. Destes, 27 estão em UTIs e 35 em enfermarias.

Foto: print da live

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *