Morre primeira mulher a comandar Tribunal do Júri de Londrina

Elisabeth Khater assumiu a 1 Vara Criminal em 2008 e foi responsável por julgamentos de crimes de grande repercussão na cidade

Telma Elorza

O LONDRINENSE

Morreu, na madrugada desta sexta-feira (20), em Londrina, a  juíza Elisabeth Khater, as 70 anos de idade. Lotada na 1ª. Vara Criminal e titular do Tribunal de Júri de Londrina dedes 2008, a juíza estava afastada das funções para tratamento de um câncer. O velório está acontecendo na capela 3 do Parque das Allamandas e o enterro está previsto para amanhã (21), às 10 horas, no Cemitério São Pedro, área central.

Natural de São Paulo, filha de Alice e Pedro Khater,  Elisabeth mudou-se com a família ainda criança para Londrina. Formou-se na Universidade Estadual de Londrina (UEL), foi assessora jurídica da prefeitura na gestão Wilson Moreira (1983-1988), sendo aprovada em concurso para magistratura em 1986. Foi diretora do Fórum Criminal, juíza eleitoral e em 2011 recebeu o título de Cidadã Hononária de Londrina.

Elizabeth Khater foi a  primeira mulher assumir o Tribunal de Júri na cidade, onde julgou casos de homicídios dolosos. Boa parte dos crimes julgados por ela foram de grande repercussão no Município, como o do assassinato da professora Maria Estela Pacheco pelo agropecuarista Mauro Janene; e de Marcos Campinha Panissa que matou sua ex-esposa, Fernanda Estruzani, com 75 facadas, entre outros.

Por conta de seu falecimento, o expediente nos fóruns Cível, Criminal e Vara de Execuções Penais foi suspenso.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *