Londrina tem 34 casos de covid-19 confirmados

Boletim divulgado nesta quinta-feira trouxe oito novos casos

O LONDRINENSE com assessoria

Com oito casos de coronavírus a mais que o boletim anterior, quatro homens e quatro mulheres, Londrina atingiu o índice de 34 pacientes com a doença causada pelo COVID-19. As informações foram apresentadas pela Prefeitura de Londrina nesta quinta-feira (2), em boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. Destes novos casos, quatro pacientes fazem isolamento em suas casas, e os demais estão internados em hospitais da cidade.

O boletim mostrou ainda que foram descartados 304 casos, e seguem em investigação outros 105 suspeitos, no aguardo do resultado de exames laboratoriais. Para o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, é essencial que a população cumpra as medidas preventivas, dado o crescimento diário do número de casos confirmados. “Em todos os países, a iniciativa primordial para conter a pandemia de coronavírus é o isolamento social, por meio da quarentena. Sem contato direto com outras pessoas, dificultamos que o vírus circule e provoque novos casos, novas internações, por isso é tão importante a adesão de todos”, ressaltou.

Dentre os 105 casos em andamento, 65 pacientes estão internados com síndrome respiratória aguda grave. Sessenta e dois são adultos e, desses, 18 estão internados em UTI, sendo os demais em enfermaria. Os demais, são três crianças internadas com suspeita de coronavírus, e uma está em Tratamento Intensivo.

Unidades de Referência – Para atendimento da população que apresentar sinais e sintomas de síndromes respiratórias, a Prefeitura disponibiliza seis Unidades Básicas de Saúde (UBSs), distribuídas em todas as regiões da área urbana. Nestes locais, o atendimento é exclusivo para suspeitos de coronavírus: Guanabara (centro), Bandeirantes (região oeste), Ouro Branco (sul), Chefe Newton e Maria Cecília (norte), e Vila Ricardo (leste). O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas.

E a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Sabará, localizada na Avenida Arthur Thomas (região oeste), também é exclusiva para casos de síndromes respiratórias. Na UPA Sabará, os usuários são avaliados primeiramente em um Centro de Triagem, instalado na área externa da unidade. O atendimento é 24 horas, todos os dias da semana.

Em caso de dúvidas sobre os sintomas de coronavírus, e se há necessidade de procurar assistência médica, o Município oferece o Disque-Coronavírus, pelo número 0800-400-1234. Com atendimento todos os dias, a partir das 7 da manhã, profissionais e acadêmicos da área de saúde recebem as chamadas da população. O serviço está disponível de segunda a sexta-feira, das 7 às 22 horas, e nos sábados e domingos, das 7 às 17 horas. As chamadas são gratuitas, e podem ser feitas de telefone fixo ou celular.

Quarta morte – A Secretaria de Estado da Saúde confirmou a quarta morte por coronavírus no Paraná nesta quinta-feira (2). O paciente era um homem de 72 anos, residente em Campo Mourão. Ele estava internado desde o dia 28 de março e morreu dia 31 em um hospital da região. Este caso não havia sido notificado pelo município para a Secretaria até este momento.

Primeiro caso em Rolândia – O Laboratório Central do Paraná (LACEN), confirmou na noite desta quinta-feira (2) o primeiro caso de Coronavírus em Rolândia. Trata-se de um homem jovem, abaixo de 40 anos, morador de Rolândia, que não saiu do município nem teve contato com pessoas que estiveram em outro estado ou outro país. Ele foi atendido no Hospital São Rafael com quadro característico do Covid-19 e posteriormente encaminhado para o HU de Londrina. Ele fez o exame em Londrina e liberado. Desde que apresentou os sintomas está em quarentena domiciliar e passa bem. Já está sendo acompanhado pela equipe da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Rolândia.

Conforme Rafael Dias, Diretor de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde daquele município, “como ele não teve contato com ninguém de fora, tudo leva a crer que é um caso autóctone, ou seja, o vírus circulando em Rolândia e ele foi contaminado no município”.

Foto: Pixabay

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *