Frente Feminista faz protesto contra feminicídio

Manifestação em frente ao Centro Cívico questiona critérios que fizeram a justiça rejeita medida protetiva pedida por Sandra Mara Curti, assassinada pelo ex-marido com 22 facadas

O LONDRINENSE

A Frente Feminista de Londrina está fazendo um ato de protesto e busca de justiça para as mulheres londrinenses, às 12 horas, nesta sexta-feira (31), em frente ao Centro Cívico Com o tema “Palavra de mulher tem valor. SANDRA presente!”, as participantes da manifestação querem chamar a atenção das autoridades para os casos de feminicídio na cidade, em especial a morte de Sandra Mara Curti assassinada pelo ex-marido, Alan Borges, com 22 facadas, na frente de seus filhos, em sua própria casa, no dia 06 de julho.

De acoirdo com as manifestantes, dois dias antes, temendo pela própria vida, Sandra solicitou medida protetiva à justiça, porém o juiz João Marcos Anacleto Rosa indeferiu o pedido. “Se essa medida tivesse sido aceita, a vida de Sandra não poderia ter sido poupada?”, questionam em manifesto divulgado para a imprensa.

No manifesto, a Frente Feminista de Londrina questiona “as avaliações técnicas referentes aos pedidos das mulheres por medida protetiva precisam ser apuradas e determinantes, no sentido de proteger as vítimas de seus agressores – e não de desproteger as mulheres em situação de risco -, criando mecanismos que facilitem o acesso ao deferimento da medida. Esse já é um direito adquirido! Um direito conquistado com muita luta dos movimentos feministas deste país”.

Foto: Frente Feminista

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *