Criança em casamento? Sim ou não?

Esse assunto sempre gera uma certa polêmica. Afinal, deve-se levar crianças pequenas a casamentos? A primeira coisa a ser analisada é o convite. É ele que delimita o tamanho da festa e de maneira sutil ou explícita indica se a festa terá espaço para crianças. Isso não se aplica se seus filhos serão a daminha ou o pajem do casamento, claro.

Foto: Lafaiete do Vale

Vamos lá. O seu convite não inclui crianças. Antes de criticar os noivos, faça a seguinte reflexão. O casamento é planejado para que público? Adulto. Desde o horário da cerimônia até a festa e o cardápio, tudo é pensado na diversão dos adultos. Se é opção do casal fazer um evento sem crianças, respeite. Não sinta-se ofendido.

Nem todo mundo tem dinheiro sobrando e, muitas vezes, os noivos precisam restringir o tamanho da festa. Lembre-se do seguinte: se esse casal lhe convidou, ele quer que os pais de crianças pequenas também tenham a chance de se divertir sozinhos, veja isso como um vale-night. Deixe os pequenos com os avós, tios ou contrate uma babá.

Se não se sente confortável sem os filhos, fique em casa e evite constrangimentos, não force a barra. Se coloque no lugar dos donos da festa. Não é porque não convidaram seus filhos que não gostam de você. Provavelmente eles estão preocupados com a diversão e a comodidade de todos os convidados.

Foto: Bruno Rodrigues

Outra situação. Você foi convidado para o casamento. Seus filhos também. Você confirmou a presença de todos e chegou o grande dia. Tenha em mente que um evento com pequenos precisa de alguns cuidados extras. Leve de casa o necessário para o conforto da família. Em eventos com crianças pequenas, normalmente, no local você vai encontrar trocador, cadeirinhas, colchonetes. Fique atento ao horário de sono e fome dos seus filhos. Leve um suco, água e até um lanchinho na bolsa. Nem sempre o horário deles combina com o do casamento.

Sempre sugerimos aos noivos que, em eventos com mais de oito crianças, seja montado um espaço kids e se contrate uma equipe de recreação. É uma ótima maneira de distrair os pequenos durante algumas horas. É bom para os convidados e para os noivos que não precisam se preocupar se as crianças estão se comportando. É interessante combinar com a equipe o tipo de atividade oferecida, de preferência com pouco barulho. Pinturas em papel e rosto, quebra-cabeças, jogos de montar sempre caem bem.

Foto: Acervo Pessoal

Lembre-se que a equipe de recreação não foi contratada para cuidar dos seus filhos e sim, para brincar. Os cuidados com alimentação, higiene, sono são responsabilidade dos pais. Não é pra chegar no espaço kids, deixar as crianças e buscar no fim da festa. O serviço é de recreação e não de babás.

Você amamenta? Graças à lei federal de direito a lactação em locais públicos, as mães não podem ser privadas de alimentar seus filhos. Fique tranquila, a estrutura do evento sempre deve oferecer espaço adequado, confortável e com privacidade para isso.

Foto: Acervo Pessoal

Falei tudo isso e agora você deve estar perguntando. E você? Leva seu filho pra festas de casamento? Vou lhe contar. Quando ele era menor, com até 8-10 anos, evitei. Só o levei quando era o casamento de pessoas muito próximas ou quando ele era o pajem que levava as alianças pro altar, por exemplo. Já o levei embora depois do jantar e voltei para a festa também. Por quê? Ele ficava livre pra brincar, assistir filmes e não teria que seguir horários e protocolos que não o deixariam confortável na festa. Para ele, ficar com a vovó era muito mais divertido que ir a casamentos. Mas lembre-se: cada caso é um caso e você precisa fazer o que é mais adequado para você.

Tira-dúvida:

Sempre me perguntam isso: que idade mínima deve ter a daminha e o pajem do casamento?

É preciso ter cuidado na hora da escolha. Crianças muito novinhas podem não fazer o que a noiva quer e até “travar” na entrada por timidez ou nervosismo. A idade recomendada é de 5 a 12 anos e o ideal é que as crianças tenham intimidade com os noivos e entendam o papel delas na cerimônia.

Quantas daminhas e pajens pode ter no casamento?

Não existe um número certo. Os noivos definem. Nada impede que seja apenas um ou dez, deve-se avaliar o tamanho do local da cerimônia. E é de bom tom os noivos custearem a roupa da daminha e do pajem, mas não é obrigatório.

Tem alguma dúvida? Mande no email ascasamenteiras@gmail.com

Juliana Takaoka

Foto: Ana Souza

Jornalista com mais de 20 anos de experiência em televisão. Foi repórter, produtora e editora de textos em várias emissoras no Paraná. Desde 2009 é assessora/ organizadora de eventos, à frente da As Casamenteiras, que realiza festas em Londrina e região

Foto Principal: César e Flávia

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *