Cia. Do Tilojo abre Festival Internacional de Londrina, no Teatro Ouro Verde

Agência UEL

A Cia. do Tijolo, de São Paulo, abre nesta quinta-feira, 15 de agosto, o Festival Internacional de Londrina (FILO), com o espetáculo “A Cabeça Gosta de Pensar, mas os Passos Tecem a Existência”. A montagem, que o grupo paulistano preparou especialmente para a abertura do FILO 2019, será apresentada nesta quinta-feira, às 20h30, no Teatro Ouro Verde (Rua Maranhão, 85), com reapresentação no mesmo horário e local, no dia 16 (sexta-feira).

O espetáculo de abertura é um show de texto e poesia em que atores e músicos da Cia. do Tijolo invocam personalidades marcantes do mundo das artes e das ideias para celebrar a amizade e o encontro, um pé na terra outro pé nas nuvens, um olho na realidade e outro na utopia: a construção coletiva de um ambiente em que seja possível conjugar liberdade e amor com inquietação e inconformismo.

Em seus 11 anos de fazer teatral, a companhia vem construindo uma linguagem bastante singular no teatro musical brasileiro, trabalhando a proximidade da poesia como forma de discurso, um discurso poético em que vivencias cotidianas se transformam em experiências humanas universais.

“A Cabeça Gosta de Pensar?” surge como um panorama cênico-musical em que o público é convidado a revisitar o repertório de espetáculos da companhia, como “Concerto de Ispinho e Fulô”, inspirada na obra do poeta Patativa do Assaré, e também “Cantata para um Bastidor de Utopias”, que tem como fonte a vida de outro poeta: Federico Garcia Lorca. Ambos poetas arraigados em suas terra e cronistas de seu tempo.

Os pensamentos e práticas do educador Paulo Freire, que foi homenageado pela companhia na montagem “Ledores do Breu”, também iluminam o caminho proposto pelo espetáculo. Nessa espécie de ágora pública, a companhia ainda reverencia a escritora e teóloga feminista Ivone Gebara e o arcebispo Dom Helder Câmara, defensor de causas sociais e ferrenho opositor da ditadura militar brasileira, que foi retratado em “O Avesso do Claustro”, última e celebrada montagem do Tijolo.

Com esse trabalho que a companhia traz para o FILO, seus integrantes evocam personagens reais, que com seus versos foram e ainda são capazes de fazer soprar ventos que animam a nossa capacidade de existir em liberdade e inventar novos mundos possíveis.

Serviço

A Cabeça Gosta de Pensar, mas os Passos Tecem a Existência (Cia. do Tijolo)

Dias 15 e 16/08 (quinta e sexta-feira) – às 20h30. Local: Cine Teatro Ouro Verde Rua Maranhão, 85. Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia-entrada). Pela internet: www.diskingressos.com.br. Pontos de Vendas: Óticas Diniz e Empório Amadeus (Mercadão da Prochet – Avenida Harry Prochet, 305 – Box 95 – Terça a sexta, das 12 às 22 horas, sábado, das 10 às 20 horas, domingo, das 10 às 14 horas).

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *