Bem-estar de colaboradores faz empresa reformar sede

Construtora revitalizou toda área interna para dar mais conforto aos funcionários

O LONDRINENSE com assessoria

 Há tempos se discute a melhoria na produtividade que um ambiente de trabalho confortável e bonito traz para as empresas. E, ainda antes de se ter o conceito de ergonomia, a famosa enfermeira Florence Nigthtingale, já fazia anotações (em 1859!) sobre como os pacientes que se sentiam confortáveis melhoravam mais rapidamente, lidavam melhor com a situação da doença e reabilitavam-se de maneira mais completa.

Pensando em seus funcionários, a construtora Plaenge realizou a total revitalização da área interna da sede administrativa da empresa, localizada na avenida Tiradentes, em Londrina. Com foco na melhoria da saúde e do bem-estar dos colaboradores, a empresa investiu em equipamentos ergonômicos e um projeto de interiores que priorizou a humanização dos ambientes. O custo total da mudança foi de R$ 1 milhão. 

 A modernização foi realizada entre dezembro e janeiro, durante as férias coletivas dos colaboradores. A ideia foi promover a mudança sem interferir na rotina de trabalho e, claro, provocar uma surpresa de boas-vindas a todos. 

 A arquiteta Thaísa Bohrer, da Bohrer Arquitetura, executou o projeto de acordo com os atributos de marca da Plaenge, que adota uma comunicação visual elegante e contemporânea e que vem sido aplicada nas novas lojas da construtora, com adaptações para o ambiente de escritórios. 

 Uso da madeira

 A atualização dos pisos com revestimentos em madeira foi o ponto de partida para tornar a sede administrativa da Plaenge mais acolhedora e aconchegante. O mesmo material foi usado em painéis internos. “O uso de madeira aquece o ambiente. Tivemos o cuidado de promover a humanização sem abusar de  elementos que dispersem a atenção dos colaboradores”, explica. Os pisos são vinílicos e amortecem o impacto dos passos, tornando os ambientes mais silenciosos. 

 O projeto de paisagismo contemplou o uso de plantas para reforçar a humanização dos espaços internos. Outro cuidado foi a padronização dos acabamentos para manter a mesma linguagem em diferentes ambientes. “Adotamos as mais modernas tendências em ‘work space'”,  conta Thaisa. 

 Iluminação

 Fernanda Jacob, arquiteta da Plaenge, acrescenta que a escolha de persianas translúcidas no modelo “rolo” foi outra decisão voltada à humanização, visto que promovem o bloqueio da iluminação mas mantêm a unidade com a paisagem externa. “É uma persiana menos invasiva”, opina. 

 A iluminação também recebeu atenção especial. Thaisa destaca que os “rasgos” de luz imprimem elegância ao projeto. Já o uso de pendentes em algumas mesas oferece iluminação pontual focada no espaço de trabalho. “Peças de designers contemporâneos na cor preta atualizaram os ambientes sem deixar de ser atemporal.” 

 A Plaenge decidiu trocar por modelos mais ergonômicos todas as cadeiras usadas pelos trabalhadores do edifício administrativo da empresa em Londrina. A mudança agradou aos colaboradores, que agora sentam-se em cadeiras reguláveis às necessidades de cada um. O investimento em ergonomia é resultado da análise da pesquisa de satisfação realizada anteriormente pela empresa. “Queremos proporcionar o melhor ambiente possível, pois sabemos que o local de trabalho é onde as pessoas passam a maior parte do dia”, destaca Fernanda. A Plaenge já oferece aos funcionários um espaço de convivência ao ar livre onde podem descansar e até mesmo fazer pequenas reuniões. 

 Mais conforto

 A gerente de Recursos Humanos da construtora, Luciana Siqueira, destaca que os ambientes ficaram mais silenciosos e confortáveis. “Facilita a concentração”, pontua. As áreas de trabalho também estão mais bonitas. “Beleza é sempre inspirador”, reforça. Para a gestora, a humanização dos ambientes trouxe impacto positivo à rotina de trabalho. “Todos estão mais animados e dispostos”, diz. 

 Comprador no setor de suprimentos, o colaborador Fernando Boni conta que os colegas ficaram surpresos ao retornarem das férias e encontrarem o prédio transformado. “Um ambiente mais confortável e harmonioso nos deixa mais motivados”, explica.

Foto: Divulgação

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *