Arte e tecnologia: Guilherme Gerais abre mostra ‘The Best Of Mr. Chao – Uma Coleção de um Futurologista’

Equipe O LONDRINENSE com assessoria

“The Best Of Mr. Chao – Uma Coleção de um Futurologista” é o nome da exposição de fotografias de Guilherme Gerais que será aberta dia 13 de junho no SESC Cadeião, em Londrina. Ao todo, são 57 imagens que transitam entre conceitos tecnológicos documentais e ficcionais, produzidas na Bélgica. Mostra fica no espaço até o dia 31 de agosto.
Entrada gratuita, censura livre e apoio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC).

Após o sucesso do livro “Intergalático”, lançado em 2014, o universo imaginativo – e agora tecnológico – do fotógrafo Guilherme Gerais está de volta. Com o novo trabalho, o artista promove uma diferente convergência: arte, tecnologia e natureza. A série, que transita entre o gênero documental e ficcional, apresenta imagens que brincam com ideias de futuro, conceitos tecnológicos, robôs em forma de animais e ideias efervescentes imaginadas pelo artista.

A exposição é o resultado de uma temporada de estudos na Bélgica. Guilherme já expôs na Holanda e irá projetar o seu trabalho em festivais de fotografia na Malásia, Itália e Índia. No Brasil, a temporada começa em Londrina, cidade do fotógrafo.

Segundo o artista, o mundo passa por mudanças profundas: crises ecológicas e econômicas, além de grandes transformações tecnológicas. “Estamos enfrentando o colapso de ideias sobre o que diz respeito a vida como conhecemos. O ensaio tem como objetivo introduzir ao público – crianças, jovens e adultos – conceitos sobre a conexão entre a tecnologia e a natureza, tema tão vasto e importante, mas pouco debatido no Brasil”, explica.

The Best of Mr.Chao – Uma Coleção de um Futurologista propõe uma reflexão sobre o assunto a partir de uma estética que mescla passado, presente e futuro. O trabalho foi produzido integralmente pelo fotógrafo, durante dois anos de mestrado na Royal School of Arts em Ghent, na Bélgica ( 2016-2018 ), financiado integralmente pelo artista. As fotografias apresentam estudos registrados em quatro universidades: Universitè Libre e a Artificial Intelligence Lab, em Bruxelas; a KU Leuven, da cidade de Leuven, e a Ghent University, da cidade de Ghent. Todas baseadas na Bélgica.

Gerais investigou descobertas científicas originadas em laboratórios de universidades belgas, como insetos e microorganismos que são inspirados na criação de robôs e outras tecnologias. Entre outros assuntos, Gerais encontrou o termo Bio-Algoritmos: “É quando fenômenos naturais servem de inspiração para soluções computacionais. Esses fenômenos vão desde espirais e magnetismo até o uso do comportamento coletivo de baratas, formigas, abelhas e fungo”, explica.

A série fotográfica também conta com o registro documental de Soft-Robotics e Swarm Robots, robôs produzidos em formas de animais, como escorpião, peixe, cachorros, tromba de elefante, formigas. Baseado em estudos reais, Gerais também criou situações ficcionais e bem- humoradas, que resultaram em releituras pessoais sobre “Ondas Gravitacionais”, “Hologramas”, “Teoria Multiverso”, “Impressão 3D”, “Realidade Virtual”, “Internet das coisas”, entre outros. Com uma estética calorosa, com humor e muita cor.

E para guiar todo o universo criativo e documental, Mr. Chao entra na jogada. Os visitantes poderão ouvir uma entrevista realizada por Gerais com a inteligência artificial ficcional. “O personagem guia a jornada de todo o trabalho, por isso ele estará presente na exposição, em uma das instalações”, afirma Gerais.

PREMIAÇÃO – “The Best of Mr.Chao – Uma Coleção de um Futurologista” foi exposto pela primeira vez na Bienal de Fotografia Breda Photo 2018, em Breda, na Holanda. O trabalho teve Menção honrosa no prêmio Photographic Museum Grant, 2019. Devido à nomeação, as imagens do artista serão projetadas em três eventos este ano: Cortona On The Move, Itália; Another Photo Festival, índia, e na Obscura Festival, Malásia.

Além da exposição, o projeto vai virar livro, que já foi finalista do Unseen Dummy Award 2018, um dos mais importantes prêmios de projetos de fotolivro do mundo, que acontece anualmente em Amsterdam, Holanda. A publicação deverá ser lançada ainda este ano com apoio do PROMIC.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *