Acil divulga nota sobre nova quarentena

Negativa de liminar faz entidade pedir urgência para Estado revisar dados enviados pela Prefeitura

Telma Elorza

Com o indeferimento do Tribunal de Justiça do Paraná sobre o pedido de liminar proposta por dez entidades civis e três deputados federais de Londrina para a reabertura do comércio e outros serviços não essenciais no municpio, a Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL) emitiu uma nota oficial pedindo que o governo do Estado analise, com urgência, os dados estatísticos sobre o novo coronavírus enviados na semana passada pela Prefeitura de Londrina. E diz que, se houver recusa, vai contratar uma auditoria para analisar os dados da Secretaria de Estado e do Município.

Em nenhum trecho da nota, a entidade afirma que vai cumprir e fazer cumprir o decreto do governador.

Leia a nota na íntegra:

Nota oficial da ACIL sobre a nova quarentena em Londrina

Diante do indeferimento do pedido de liminar no mandado de segurança impetrado pela ACIL e outras entidades, onde requeria autonomia ao Executivo para a adoção de medidas de enfrentamento à Covid-19, a Associação Comercial solicita que o Governo do Estado analise com urgência os dados estatísticos sobre o novo coronavírus enviados na semana passada pela Prefeitura, confrontando-os com os dados utilizados pela Secretaria da Saúde do Paraná, que colocaram o município em quarentena por 14 dias.

A ACIL ainda afirma que na recusa de tal revisão irá contratar uma auditoria com a finalidade de verificar a veracidade das informações divulgadas pelo Estado versus Município.

Foto: Sindecolon

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *