Banda londrinense lança seu primeiro EP

Meia Luz, trabalho de estreia foi viabilizado por meio de financiamento coletivo

O LONDRINENSE com assessoria

A banda Sala de Estar já é conhecida do público londrinense. Tendo se apresentado em espaços culturais da cidade, como a Espaço Nave, o UP Bar e saraus universitários, a banda nasceu em 2019, e nesse meio tempo já passou por importantes festivais como o Resistência Pirata e o catarinense Brada Mundo. A novidade é que nesta sexta-feira (10), a  banda finalmente disponibiliza seu EP “Meia Luz”, trabalho de estreia que foi viabilizado por meio de financiamento coletivo. 

“O processo de formação da banda foi bastante despretensioso. Primeiro, eu e o João (tecladista) nos apresentamos juntos em um sarau de Ciências Sociais. Naquele momento nos pareceu que o trabalho já tinha alguma consistência, um caminho aberto, e então escolhemos montar a banda”, conta Cau Russo, a vocalista e violonista da Sala de Estar. “Depois disso, tudo aconteceu muito rápido. Por insistência de amigos e produtores da cidade, nós logo nos apresentamos com esse formato novo, de banda, e recebemos, então, o convite para abrir o festival Resistência Pirata de 2019. O EP pareceu uma necessidade urgente”, comenta. 

Uma compilação das 5 faixas que são o embrião da Sala de Estar, o EP Meia Luz é fruto de um processo coletivo, que também diz muito sobre a natureza da banda. O financiamento atingiu em cinco dias a meta de R$2.800, com contribuições principalmente do público e de amigos. “Existe um posicionamento político no nosso trabalho. Junto do processo de encontro da Sala de Estar, eu também vivia o meu processo pessoal de transição, meu próprio reconhecimento como travesti. Acho que o trabalho artístico da Sala de Estar passa por esse lugar e a rede que apoia a banda, que tornou o EP possível, também é uma força de soma, fortalece esses dois processos”, analisa Cau Russo. 

O trabalho sensível que resulta desse grande encontro poderá ser conferido pelo público na sexta-feira, em todas as plataformas de streaming. Para receber em primeira mão, a banda já disponibilizou o pré-save, um mecanismo interno das plataformas que inclui o trabalho na biblioteca pessoal do usuário, assim que ele for lançado. “Além de ajudar no impulsionamento do trabalho dentro das plataformas, o pré-save é um modo de não perder o lançamento. Você abre o seu tocador e o EP já vai estar lá, não precisa nem procurar, só dar o play”, explica Cau. 

Live de estreia 

Para comemorar o lançamento junto com o público, a banda preparou para este sábado (11) uma live. O show acontece no canal do YouTube, virtualmente, e mostrará o repertório do EP. O público pode acessar o canal da Sala de Estar a partir das 20 horas.

Sobre a banda 

Sala de Estar é uma banda londrinense formada por Cauana Russo (vocal/violão), João Batista (teclado),  Dani Gomes ( bateria), Caroline Oliveira (backing vocal) e Zé Vilela (baixo). Com idioma brasileiro, a banda transita principalmente entre a MPB e o samba, e aposta na canção como via de acesso ao sensível, ao coração. Na estrada desde 2019, a Sala de Estar lança agora seu primeiro EP, “Meia luz”,  pelo Tapete Voador. Para acompanhar o trabalho, acesse este link.

Para receber o EP Meia Luz em primeira mão, o link é este. Também é possível conhecer o trabalho da banda por meio da session, disponível no You Tube, gravada na Espaço Nave.  O EP Meia Luz foi gravado, mixado e masterizado por Galego Teixeira, no estúdio londrinense Áudio 13, e é distribuído pelo selo Tapete Voador.

Foto: Divulgação

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *